|BUSCA NOMES COMUNS|abcefgijlmopqrstuv
Portuguese English French German Italian Spanish
flamingo

flamingo

Domingo, 27 Fevereiro 2011 16:52

Accipitriformes

Ordem Accipitriformes 
Ordem da Águia-pescadora, das águias e gaviões.

Os Accipitriformes foram classificados em 2011 pelo CBRO

Família Pandionidae Bonaparte, 1854 - Águia-pescadora
Família Accipitridae Vigors, 1824 - Águias e gaviões

Sábado, 26 Fevereiro 2011 08:38

Pelecaniformes

Ordem dos pelicanos, das garças, curicaca, guará e afins. Aves de médio a grande porte que vivem em regiões com abundancia de água. Uma característica importante são as patas totiplamadas, cujos dedos são unidos por uma membrana, especializadas para o meio aquático do qual as aves dessa ordem retiram o seu alimento. Têm ampla distribuição geográfica, reproduzindo-se em colônias de diversos indivíduos, mostrando assim uma outra característica comum da ordem, o gregarismo. Destacam-se também os bicos protuberantes e que em muitas espécies terminam em um gancho. São verossímeis pescadores e na base de sua dieta constam peixes, crustáceos e invertebrados aquáticos.

Os Pelecaniformes foram reclassificados em 2011 pelo CBRO.

Família Pelecanidae Rafinesque, 1815 - Pelicanos 
Família Ardeidae Leach, 1820 - Garças, socós e afins 
Família Threskiornithidae Poche, 1904 - Guará, Curicaca, Colhereiros e afins

Sábado, 26 Fevereiro 2011 08:19

Suliformes

Ordem dos tesourões, atobás, biguá e biguatinga. Os Suliformes foram classificados em 2011 pelo CBRO.

Família Fregatidae Degland & Gerbe, 1867 - Tesourões 
Família Sulidae Reichenbach, 1849 - Atobás 
Família Phalacrocoracidae Reichenbach, 1849 - Biguá 
Família Anhingidae Reichenbach, 1849 - Biguatinga

Sábado, 04 Setembro 2010 19:32

Anseriformes

Ordem Anseriformes Linnaeus, 1758 
Marrecos, patos, tachãs e afins

Os Anseriformes são uma ordem numerosa, maioritariamente aquática, incluindo duas famílias e muitas espécies distribuídas por todo o mundo. Entre as características comuns, contam-se as grandes membranas interdigitais que ligam os três dedos dianteiros, as pernas curtas e um bico forte coberto de pele fina, cuja ponta achatada apresenta uma parte mais dura em forma de garra. O bico apresenta ainda janelas laterais que servem de filtro e se encaixam quando o bico fecha. A plumagem espessa é extremamente impermeável, protegendo a ave do frio e da água.

Família Anatidae - Leach, 1820 - Marrecos, patos e cisnes 
Família Anhimidae - Stejneger, 1885 - Anhumas e tachãs

Segunda, 21 Fevereiro 2011 10:24

Águia-chilena - Buteo melanoleucus

A Águia-chilena (Buteo melanoleucus) é uma ave Accipitriformes da família Accipitridae. Também conhecida como gavião-da-serra (Nordeste), Águia-moura.

Características

Atinge aproximadamente 68cm de comprimento, possui quase dois metros de envergadura, dotada de asas compridas e largas e cauda curta.
A águia chilena é identificada no vôo por sua cauda em forma de cunha curta que projeta-se mal em suas asas longas e largas. Plana muito proximo a areas montanhosas onde fica por muito tempo planando a procura de comida, conhecida também como gavião-pé-de-serra.

Registro feito em São Luiz do Purunã na cidade de Balsa Nova - PR.

Segunda, 09 Maio 2011 00:00

Beija-flor-rubi - Clytolaema rubricauda

O Beija-flor-rubi (Clytolaema rubricauda) pertence à Ordem Apodiformes e à Família Trochilidae. Também conhecido como papo-de-fogo.

Características

Mede 12 cm de comprimento. Possui dimorfismo sexual.

O macho é predominantemente verde, com a cauda avermelhada que lhe dá o epíteto específico de rubricauda, se destaca pela coloração rubi do papo e o verde cintilante da fronte e peito. No sombreado da mata, quando em repouso, aparenta uma coloração negra destacando as manchas brancas pós-oculares. A fêmea tem coloração canela na parte de baixo do corpo, cabeça e dorso verdes, também apresenta as manchas brancas por tráz dos olhos..

Registro feito em Quatro Barras na estrada do Corvo.

rubi-femea

beija-flor-rubi_20110121_2061080065

clique

rubi-macho

rubi-detalhe

Sábado, 20 Novembro 2010 14:16

Trinca-ferro-verdadeiro - Saltator similis

trinca-ferro-verdadeiroTrinca-ferro-verdadeiro (Saltator similis) é uma ave Passeriforme da família Thraupidae. Também é chamado de trinca-ferro, bico-de-ferro, tempera viola, pixarro, pipirão,estevo , titicão e tia-chica e chama-chico(interior de São Paulo).

Características

Mede cerca de 19 centímetros. Possui bico negro e forte que originou o nome comum dessa ave. Apresenta dorso verde, cauda e lados da cabeça acinzentados. A listra superciliar é a mais comprida das três espécies (ave adulta), com o “bigode” menos definido e garganta toda branca. Por baixo, domina o cinza nas laterais, tornando-se marrom alaranjado e branco no centro da barriga. Asas esverdeadas. O juvenil não possui a listra tão extensa, sendo a mesma falhada ou inexistente, logo após saírem do ninho. Bico bastante enérgico e fortificado (o quê deu cunho ao nome “trinca-ferro”), com cauda diferenciada em tamanho. Não existe diferenças corporais entre machos e fêmeas. Seu canto varia um pouco de região a região, embora mantenha o mesmo timbre.

Registro feito no Parque Barigui, observado no Parque Iguaçu.

trinca-ferro-verdadeiro

clique

Sexta, 19 Novembro 2010 12:58

Saira-lagarta - Tangara desmaresti

saira-lagartaSaira-lagarta (Tangara desmaresti) é uma ave Passeriforme da família Thraupidae. Também conhecida como Saíra-da-serra e Saíra-verde.

Características

Mede cerca de 13,5 cm de comprimento. Não apresentam dimorfismo sexual. A vocalização consiste de sons curtos e agudos “zi-zi-zi-zip” entoados por um indivíduo e acompanhados pelos componentes do bando.

Registro feito em Quatro Barras na Estrada do Campo de Asa Delta na companhia dos amigos do Wikiaves Reni Santos e do Frederico Swarofsky com seu pai Mauro.

Segunda, 08 Novembro 2010 12:19

Mãe-da-lua - Nyctibius griseus

A Mãe-da-lua (Nyctibius griseus),  é uma ave da ordem Nyctibiiformes da família Nyctibiidae. Conhecido também como Urutau, Urutau-comum, Kúa-kúa e Uruvati (nomes indígenas - Mato Grosso). O nome Urutau é tupi e significa “ave fantasma”. Há uma crendice na Amazônia de que as penas da cauda do urutau protegeriam a castidade. Por isso, a mãe varre debaixo das redes das meninas com uma vassoura confeccionada com estas penas.

Características

Mede cerca de 37 cm de comprimento, 80 cm de envergadura e pesa entre 160 e 200 g (macho). De cor cinza ou marrom mesclando vários tons destas cores com o branco e o preto (rajado, no popular). Possui uma adaptação única em aves, chamada de “olho mágico”. São duas fendas na pálpebra superior, as quais permitem que fique imóvel por longos períodos, observando os arredores, mesmo de olhos fechados. 

Registro feito em Neves Paulista-SP no dia 07/07/2013

Mãe-da-lua - Nyctibius griseus

Mãe-da-lua - Nyctibius griseus 

clique

Mãe-da-lua - Nyctibius griseus

 Mãe-da-lua - Nyctibius griseus - Neves Paulista-SP

Por vários dias, os moradores de um condomínio em Curitiba ficaram intrigados com algo que eles não conseguiam decifrar. Sobre um hidrante estava uma imagem que parecia de madeira e que ficava imóvel. Mas o mistério foi decifrado quando se identificou que ali havia um Urutau, uma ave  que guarda diversos mistérios.

Veja na reportagem de Cristina Graeml que o pássaro imóvel, parecido com uma estátua e de canto triste, ganhou o carinho de todos os moradores e  em especial de um garoto que se tornou o guardião da ave até o momento em que ele bateu asas e voou.

A emocionante história do encanto de um lavrador por Sossego e Sosseguinho. Vídeo extraido do site Terra da Gente (2005).

Página 14 de 16

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Temos 31 visitantes e Nenhum membro online

Curitiba possui 30 Parques e cerca de 81 milhões m² de área verde preservada. São 55m² de área verde por habitante, três vezes superior ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde, de 16m². No Brasil, é a cidade onde a Mata Atlântica é melhor preservada. 

Com aproximadamente 400 espécies identificadas na cidade, entre nativas, migratórias e exóticas, segundo livro publicado pela Prefeitura Municipal de Curitiba, iniciamos nossas passarinhadas nestes Parques, queremos lembrar que não se trata de um trabalho científico e sim o registro da nossa paixão pelas aves.


Hierarquia dos taxons pertencentes à classe Aves de todas as aves do Brasil baseada na lista de aves do Brasil de janeiro de 2014 do CBRO (Comitê Brasileiro de Registro Ornitológico).

Os Textos são de consulta do site: http://www.wikiaves.com.br/.