|BUSCA NOMES COMUNS|abcefgijlmopqrstuv
Portuguese English French German Italian Spanish
Segunda, 03 Outubro 2016 09:01

Arredio-pálido - Cranioleuca pallida

O Arredio-pálido (Cranioleuca pallida) é uma ave Passeriformes da família Furnariidae. Também conhecido como joão-de-pau e joão-pálido.

Seu nome científico significa: do (grego) kranion = crânio; e leukos = branco; e do (latim) pallidus, pallere = pálida, pálido. ⇒ (Ave) crânio branco pálido ou (ave) pálida com crânio branco.

Características

Tem 13,5 centímetros, ao contrário de alguns membros do gênero Cranioleuca, a cauda do arredio-pálido é curta e mais rígida, não servindo para apoiar-se. Tem vértice vermelho e é pardo quando jovem.
Suas manifestações sonoras são o chamado “tzíssik”, “tíssi-sick”; e o assobio “psi-psi-psi… psrrrrr”, repetido continuamente.

Nome em Inglês - Pallid Spinetail

Registro feito em Curitiba-PR (No Parque Iguaçu).

Arredio-pálido - Cranioleuca pallida

clique

Publicado em Espécies

O Beija-flor-de-peito-azul (Amazilia lactea) é uma ave Apodiformes da família Trochilidae.

É um dos menores beija-flores. Embora, muito ativo e briguento. Quase tão comum como o Beija-flor-tesoura, este beija-flor não chama tanto a atenção das pessoas, talvez por ser menor, e por ter cores mais discretas. Além disso, parece ser mais tímido que seu parente maior, saindo menos da proteção da folhagem.

Seu nome científico significa: de Amazilia = heroina Inca na novela “Les Incas, ou la destruetion de l'Empire du Pérou” de Jean Marmontel (1777); e do (latim) láctea, lacteus, lac = referente ao leite, leitosa, leite. ⇒ Amazilia leitoso.

Nome em inglês: Sapphire-spangled Emerald

Características

Chama a atenção pela garganta violeta e a faixa branca que desce pelo peito até a barriga, o que o diferencia bem de seus congêneres. As costas e a nuca são verde brilhante, a cauda e parte das asas são azul escuro, a garganta e parte do peito são de um tom azul muito vivo. a barriga é branca e dela sobe uma linha que divide o peito, que é ocráceo. Não há dimorfismo sexual. Mede entre 8 e 11 centímetros e pesa entre 3 e 6 gramas. (Weller, Kirwan and Boesman, 2016).

No Parque Tanguá, Curitiba-PR - Obrigado Cauã por indicar onde encontrar o bicho.

 

Publicado em Espécies
Quarta, 30 Dezembro 2015 07:21

Falcão-peregrino - Falco peregrinus

O Falcão-peregrino (Falco peregrinus) é uma ave de rapina diurna de médio porte que pode ser encontrada em todos os continentes exceto na Antártida. é uma ave Falconiformes da família Falconidae.

Seu nome científico significa: do (grego) phalkön = falcão; e do (latim) peregrinus = andarilho, peregrino, estranho ao local, que vem do exterior. ⇒ Falcão peregrino.

Características

O falcão-peregrino mede entre 38 e 53 cm de comprimento, com uma envergadura de asas de 89-119 cm e peso de 0,6-1,5 kg, sendo as fêmeas maiores e mais pesadas que os machos e constituindo este o único dimorfismo sexual. A sua plumagem é característica, em tons de cinzento-azulado no dorso e asas; cabeça preta-cinza com “bigode” escuro e queixo branco; bico escuro com base amarela; patas amarelas com garras pretas riscada de negro na zona ventral. Os olhos são negros com anel amarelo e relativamente grandes. As asas são afiladas e longas.

Na América do Sul, ele só surge como espécie migratória, não nidificando aqui.

Publicado em Espécies
Segunda, 28 Dezembro 2015 16:27

Tuju - Lurocalis semitorquatus

O Tuju (Lurocalis semitorquatus) é uma ave Caprimulgiformes da família Caprimulgidae.

Seu nome científico significa: do (grego) oura = cauda; e kolos = atrofiada; e do (latim)semi = meio, metade; e torquata, torquatus, torques = com colar, com colarinho, colar. ⇒(Ave com) meio colar e cauda atrofiada.

Características

Tamanho 27 cm

Descrição Espécie robusta, florestal, notável pelo comprimento das asas e pela rigidez das mesmas, cauda curta de ponta extrema esbranquiçada. Possui as terciárias e escapulares marmoreadas de branco, o abdômen canela, barrado de preto.

É uma ave de hábitos noturnos, encontrada tanto em matas quanto em áreas urbanas (Sick, 1997). Se torna ativo no crepúsculo, quando começa a voar e vocalizar atras de insetos para se alimentar.

Registro feito no Parque Tanguá em Curitiba-PR. Agradecimento ao Cauã que me indicou o lugar exato onde eles estavam.

Publicado em Espécies
Quinta, 17 Dezembro 2015 09:41

Asa-de-telha - Agelaioides badius

O Asa-de-telha (Agelaioides badius) é um Passeriformes da família Icteridae.

Denominação anterior - Molothrus badius.

Seu nome científico significa: do (grego) agelaius = pássaro preto; e -oidës = parecido com; e do (latim) badius = castanho, marrom. ⇒ (Ave) castanha parecida com um pássaro preto.

Características

Mede de 15 a 17 cm. Não possui dimorfismo sexual. Tem cor geral marrom escuro, sendo as asas e a cauda mais escuras e as orlas das penas coberteiras marron-avermelhado. Possui uma espécie de “mascara” negra ao redor dos olhos. Tarsos negros. Bico cônico.

Gregário, vive em grupos de até 20 aves. Adapta-se a locais semi-urbanizados, sendo comum ao redor das fazendas e nas praças de alguns povoados do interior.

Agradecimento ao amigo Adolf que me chamou para fazer o registro desta espécie em sua casa.

asa de telha2 

 clique

Publicado em Espécies
Quinta, 04 Junho 2015 16:32

Pi-puí - Synallaxis cinerascens

O Pi-puí (Synallaxis cinerascens) é uma ave Passeriformes da família Furnariidae. Vive em matas secas e úmidas até 1.700 m de altitude.

Seu nome científico significa: de synallasis, synallaxis = nome dado por Vieillot (1818) para este gênero de aves com cauda espetada, do (grego) synallasis = era uma das ninfasIonides; e do (latim) cinerascens, cinis, cineris = cinzento, da cor de cinzas, cinza. ⇒Synallaxis cinzento ou ninfa das águas cor de cinzas. Na mitologia grega, Synallaxisera uma das irmandades de ninfas das águas que habitavam Kytherus, um rio, da região de Elis no oeste da península do Pelopeneso. Os nomes individuais das ninfas Ionideseram: Calliphaea, Synallasis (ou Synallaxis), Pegaea e Iasis.

Características

Mede 15 centímetros. Difere pelo píleo sem castanho algum e pela garganta branca e preta, asa e cauda ferrugíneas.

Vocaliza um dissilábico “uit-biti” ou um trissilábico “ruiti-bu-beiti”.

Registro feito no Parque Iguaçu

pi-pui clique
Publicado em Espécies
Sexta, 01 Maio 2015 16:42

Chupa-dente - Conopophaga lineata

O Chupa-dente (Conopophaga lineata) é uma ave Passeriformes da família Conopophagidae. Conhecido também como chupa-dente-marrom e samoco.

Seu nome científico significa: do (grego) könöps = mosquito; e -phagos, phagein = comer; e do (latim) lineata, linea = com linha, linha. ⇒ Comedor de mosquito marcado com linha.

Características

Tamanho 14 centímetros. Sexos quase iguais, o macho de colorido semelhante ao da fêmea do cuspidor-de-máscara-preta (Conopophaga melanops), não tendo contudo o desenho negro nas costas. Pardo, barriga brancacenta, maxila esbranquiçada, apresenta tufo pós-ocular branco vistoso, sombrancelha pode faltar, na fêmea tufo cinza ou ruivo. Atende rapidamente ao “playback” de seu chamado e entoa seu canto em horários de crepúsculo.

Registro feito no Parque Barigui

chupa-dente clique
Publicado em Espécies
Sexta, 24 Abril 2015 15:35

Tororó - Poecilotriccus plumbeiceps

O Tororó (Poecilotriccus plumbeiceps) é uma ave Passeriformes da família Rhynchocyclidae.

Seu nome científico significa: do (grego) poikilos = manchado; e trikkos = pequeno pássaro não identificado. Em ornitologia triccus significa papa-moscas; e do (latim)plumbeus = cor de chumbo, cinza; e -ceps, caput = com a cabeça, cabeça. ⇒ Papa moscas manchado com a cabeça cor de chumbo ou pequeno pássaro manchado com cabeça cinza.

Características

Mede 9 centímetros. Emite um canto curioso, do timbre de um sapo ou perereca, em sequências baixas, de agradável efeito sonoro.

 

tororo clique
Publicado em Espécies
Quinta, 09 Abril 2015 16:59

Marreca-pardinha - Anas flavirostris

marreca-pardinhaA Marreca-pardinha (Anas flavirostris) é uma ave Anseriformes da família Anatidae. Também conhecida pelos nomes de assobiadeira, assoviadeira, danadinha, marreca-assobiadeira, marreca-assoviadeira, marreca-pintada e parda-pequena.

Seu nome científico significa: do (latim) anas = pato; e do (latim) flavus = amarelo; erostris = bico; flavirostris = bico amarelo. ⇒ Pato de bico amarelo.

Características

Esta ave mede cerca de 41,5 cm de comprimento, possuindo o corpo pintalgado de marrom, dorso mais escuro, peito salpicado, vértice anegrado, cauda curta e bico amarelo com ponta e linha central pretos. Em voo, revela um grande espelho alar branco, verde e ocre, compondo três faixas distintas. É uma espécie de marreca da região meridional da América do Sul. Entre a primavera e o verão, chegam ao Rio Grande do Sul e a Santa Catarina, e no inverno, alcançam o Paraná, o sudeste de São Paulo e o Rio de Janeiro.

Registro feito em Tavares-RS

marreca-pardinha clique
Publicado em Espécies
Página 1 de 21

Temos 150 visitantes e Nenhum membro online

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Curitiba possui 30 Parques e cerca de 81 milhões m² de área verde preservada. São 55m² de área verde por habitante, três vezes superior ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde, de 16m². No Brasil, é a cidade onde a Mata Atlântica é melhor preservada. 

Com aproximadamente 400 espécies identificadas na cidade, entre nativas, migratórias e exóticas, segundo livro publicado pela Prefeitura Municipal de Curitiba, iniciamos nossas passarinhadas nestes Parques, queremos lembrar que não se trata de um trabalho científico e sim o registro da nossa paixão pelas aves.


Hierarquia dos taxons pertencentes à classe Aves de todas as aves do Brasil baseada na lista de aves do Brasil de janeiro de 2014 do CBRO (Comitê Brasileiro de Registro Ornitológico).

Os Textos são de consulta do site: http://www.wikiaves.com.br/.