|BUSCA NOMES COMUNS|abcdefgijlmopqrstuv
Portuguese English French German Italian Spanish

Final de semana 1º de Agosto

Avalie este item
(0 votos)

paisagem4Esta é a segunda vez que o amigo Kleber nos convida para passarmos o fim-de-semana em sua chácara em Guaraqueçaba. Na oportunidade anterior, o tempo chuvoso fez com que a passarada aparecessem em grande número. Dessa vez, o tempo apresentava um céu azul, temperatura agradável e poucas aves. Já passava das 13 horas quando chegamos à chácara. Descarregamos nossos apetrechos e fomos à procura dos pássaros diretamente na mata. Nos arredores da propriedade, a floresta se estende à perder de vista cobrindo todos os morros em volta e assim sendo, tomamos o rumo das estradinhas que levam às casas dos moradores que vivem nas imediações. Nas árvores muitos pássaros voavam nas copas pegando insetos no ar e ao penetrarmos em um bananal observamos um arapaçu pousado em um tronco que ao detectar nossa presença não nos deu chance e voou. Seguimos adiante e em uma árvore que margeava o rio observamos uma movimentação por entre as folhas. Chegando mais perto, três periquitos de barriga vermelha alimentando-se das frutinhas que pendiam das árvores. Retornando ao acampamento, tentamos utilizar nosso play-back para chamar algumas espécies, mas sem sucesso. O que encontramos em nosso caminho foram as cambacicas, os beija-flores que já havíamos registrado em nossa viagem anterior. O sol já morria por entre os morros e decidimos armar o acampamento antes de perdermos a luz natural.

A previsão do tempo era chuva para o domingo e sendo assim, acordamos cedo para aproveitar ao máximo o tempo e tentar registrar novas espécies. Ao nascer do dia, estávamos à postos, aguardando a melhor luz para iniciarmos os registros. Em uma árvore próxima um som conhecido chamou a atenção... um pica-pau golpeava o tronco com seu bico e para nossa felicidade tratava-se de um pica-pau rei, que tal qual o arapaçu, voou ao sinal de nossa aproximação. Na metade da manhã, o céu azul do sábado deu lugar á nuvens pesadas e a chuva anunciada caiu forte. Nos restou levantar acampamento e retornar à Curitiba.

Apesar de poucos registros o fim-de-semana foi maravilhoso graças ao grande espírito do amigo Kleber, seu bom humor, sua parceria  e da sua cachorra Meg e sua inseparável bolinha de tênis...

Lido 1951 vezes

Temos 27 visitantes e Nenhum membro online

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Curitiba possui 30 Parques e cerca de 81 milhões m² de área verde preservada. São 55m² de área verde por habitante, três vezes superior ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde, de 16m². No Brasil, é a cidade onde a Mata Atlântica é melhor preservada. 

Com aproximadamente 400 espécies identificadas na cidade, entre nativas, migratórias e exóticas, segundo livro publicado pela Prefeitura Municipal de Curitiba, iniciamos nossas passarinhadas nestes Parques, queremos lembrar que não se trata de um trabalho científico e sim o registro da nossa paixão pelas aves.


Hierarquia dos taxons pertencentes à classe Aves de todas as aves do Brasil baseada na lista de aves do Brasil de janeiro de 2014 do CBRO (Comitê Brasileiro de Registro Ornitológico).

Os Textos são de consulta do site: http://www.wikiaves.com.br/.