|BUSCA NOMES COMUNS|abcefgijlmopqrstuv
Portuguese English French German Italian Spanish

batuira-de-bandoA Batuíra-de-bando (Charadrius semipalmatus),  é uma ave da ordem dos  Charadriiformes, pertencendo a família dos Charadriidae. Também são chamadas de agachada, agachadeira, batuíra, Batuíra-de-bando, batuíra-norte-americana, maçarico, maçarico-semipalmado, pinga-pinga.

Características

Chegam a medir até 18 cm de comprimento, com o alto da cabeça e partes superiores marrons, fronte, garganta, partes inferiores e colar nucal brancos. Além disso, possuem o bico curto de base amarelada e pernas amarelas, utiliza freqüentemente as praias brasileiras como locais de invernada e pontos de parada quando migram de países norte-americanos.

Registro feito em Guaratuba - PR.

batuira-de-bando

batuira2

clique

batura-de-bando_20100727_1670341291

Publicado em Espécies
Domingo, 18 Julho 2010 22:21

Biguatinga - Anhinga anhinga

biguatingaO Biguatinga (Anhinga anhinga),  é uma ave da ordem  Suliformes. da família Anhingidae. Ave aquática, conhecido também como carará (Amazônia), calmaria (Rio Grande do Sul), peru d'água, mergulhão-serpente, anhinga, arará, meuá, miuá e muiá.

Características

Apresenta um comprimento 88 centímetros, chegando a 120 centímetros de envergadura nas asas e um peso em torno de 1,2 kilogramas.
Ave aquática, lembra o biguá, mas apresenta asas esbranquiçadas (em tupi, “biguatinga” significa “biguá branco”), cauda maior e mais larga, pescoço mais estreito e comprido, além de bico reto, em forma de punhal. A espécie apresenta dimorfismo sexual, sendo que a fêmea difere do macho pela cor creme no pescoço, peito e dorso.
Suas penas não são impermeáveis como as dos patos e não segregam óleo que mantenha a água à distância. Em consequência, as penas podem armazenar quantidades de água que provocam a má flutuação do animal. Esta característica é no entanto uma vantagem, visto que permite um mergulho mais eficiente debaixo de água. Caça durante mergulhos em que fica totalmente submerso. Quando necessário, seca as penas abrindo as asas ao sol.

Registro feito no Parque Tingui

biguatinga femea

biguatinga fêmea

clique

 

biguatinga
Publicado em Espécies

O Beija-flor-cinza (Aphantochroa cirrochloris) pertence à Ordem Apodiformes e à Família Trochilidae.

Características

Possui o corpo cinza-esverdeado, sendo mais cinza no peito e abdômen e mais verde na cabeça e na cobertura das asas. A cauda e as penas de vôo(rêmiges) são cinza-escuras quase pretas. O bico é preto.

Registro feito na chácara do Kleber em Guaraqueçaba-PR, e também em Guaratuba-PR

Beija-flor-cinza - Aphantochroa cirrochloris

 

clique

beija-flor-cinza

Publicado em Espécies
Quarta, 14 Julho 2010 00:00

Beija-flor-rajado - Ramphodon naevius

O Beija-flor-rajado (Ramphodon naevius) pertence à Ordem Apodiformes e à Família Trochilidae. Devido à perda de habitat está classificado como próximo a entrar em perigo de extinção(fonte: BirdLife International).

Características

É um beija-flor grande, pesa 10 gramas. É pardo e tem o peito estriado de preto, a garganta é laranja-escuro com uma listra no meio e a mandíbula é amarela. Também tem uma mancha amarelada no supercílio e a cauda é larga e curta com as penas laterais pardo-claras. A fêmea apresenta o bico com uma leve curvatura para baixo enquanto o macho possui o bico retilíneo, o que pode ser explicado por diferença de hábitos alimentares, além disso o macho possui a faixa superciliar esbranquiçada.

Registro feito na chácara do Kleber em Guaraqueçaba-PR

beija-flor-rajado

beija-flor-rajado

clique

beija-flor-rajado

Publicado em Espécies
Quinta, 01 Julho 2010 00:00

Beija-flor-preto - Florisuga fusca

O Beija-flor-preto  (Florisuga fusca) pertence à Ordem Apodiformes e à Família Trochilidae. Era conhecido como beija-flor-preto-e-branco e denominado com o nome científico de (Melanotrochilus fuscus).

Características

Esta espécie de beija-flor possui em média 12,6cm. O colorido contrastante vistoso das retrizes é exibido quando o pássaro expande a cauda em um leque branco cortado em duas metades pelas centrais negras ou quando abre e fecha rápido as caudais. O branco da cauda continua até os flancos e forma uma faixa sobre o crisso. Os indivíduos ainda mais jovens são negros quase que totalmente manchados de pardo e de cauda canela ou negra sendo brancas somente as retrizes laterais.
Apresenta uma voz aguda, que lembra a de insetos ou de morcegos. Possuem vozes diferentes para expressar ataque, alarma. “tli, tli, tli”.

Registro feito no Jardim Botânico e também em garuva na BR 101

beija-flor-preto

clique

Publicado em Espécies

O  Besourinho-de-bico-vermelho (Chlorostilbon lucidus) pertence à Ordem Apodiformes e à Família Trochilidae. Também conhecido como beija-flor-besourinho-de-bico-vermelho(PE), beija-flor-de-bico-vermelho, esmeralda-de-bico-vermelho.
Esta espécie era representada pelo nome científico de (Chlorostilbon aureoventris).

Características

Esse beija-flor tem 8,5 centímetros e pesa 3,5 gramas. Como seu nome já diz, seu bico é vermelho com a ponta negra. Sua plumagem verde-brilhante abrange as partes dorsal e ventral, apresentando um brilho dourado mais intenso na fronte e mais azulado na garganta. As penas da cauda são azuis. A fêmea distingue-se por uma linha curva branca atrás dos olhos e pela ponta da cauda esbranquiçada.
Manifestações Sonoras: Tem voz aguda, às vezes, a vocalização é quase inaudível para nós. Possui vozes diferentes para expressar ataque, arma, etc., freqüentemente entonadas em vôo. Vive em jardins e quintais floridos, capoeiras ralas, áreas abertas e matas de candeias floridas. Durante as horas da sua maior atividade é muito agressivo. Toma banho na chuva. Tem necessidade de tanta limpeza devido, ao constante contato com o líquido viscoso das flores. Gosta de tomar banho de sol e se espreguiça após o descanso. Dorme de bico para a frente, a cabeça um pouco levantada, posição semelhante a que assume durante a chuva e quando canta. Coloca freqüentemente as asas por baixo da cauda. Pousa abertamente num galho fino para dormir.

Besourinho-de-bico-vermelho - Chlorostilbon lucidus

clique

beija1

Publicado em Espécies

O Beija-flor-de-orelha-violeta  (Colibri serrirostris) pertence à Ordem Apodiformes e à Família Trochilidae. Também conhecido como beija-flor-do-canto.

Características

Mede cerca de 12,1 cm de comprimento. Habita cerrados, restingas, paisagens abertas e planaltos acima da linha das florestas. Emite seu canto ao pôr-do-sol. No outono migra localmente das regiões mais altas para os vales.

beija-flor-de-orelha-violeta

beija-flor-de-orelha-violeta

clique

beija-flor-de-orelha-violeta

beija-flor-de-orelha-violeta

Publicado em Espécies

beija-flor-de-papo-brancoO Beija-flor-de-papo-branco ou Cuitelo (Leucochloris albicollis) pertence à Ordem Apodiformes e à Família Trochilidae.

Características

Mede cerca de 10 centimetros. O papo-branco é um beija-flor robusto, fácil de identificar por ter garganta e o peito brancos, separados por uma faixa verde. Alimenta-se do néctar de flores, por exemplo de bananeira, brinco-de-princesa, esponjinha, eucalipto, flor-de-são-joão, limoeiro, laranjeira, mulungu e paineira. Come também insetos, que captura em vôo.

Registro feito em Campina Grande do Sul na Estrada do Imperador (Graciosa) na compania do amigo do Wikiaves Walther Grube

beija-flor-de-papo-branco  

clique 

beija-flor-de-papo-branco

Publicado em Espécies
Domingo, 09 Maio 2010 00:00

Biguá - Phalacrocorax brasilianus

biguaO Biguá (Phalacrocorax brasilianus ),  é uma ave da ordem  Suliformes, da família Phalacrocoracidae. Ave aquática, mergulha em busca de peixes e permanece um bom tempo debaixo d'água, indo aparecer de novo bem lá na frente, mostrando apenas o pescoço para fora d'água. Para facilitar seus mergulhos, suas penas ficam completamente encharcadas, eliminando o ar que fica entre as penas e dificulta os mergulhos. Para secá-las é comum vê-los pousados com as asas abertas ao vento. Quase sempre visto em grandes bandos voando próximo d'água, em formação em “V”. Quando voam se assemelham a patos, sendo às vezes considerados como tais equivocadamente.
Também são conhecidas pelos nomes de biguá-una, imbiuá, mergulhão, miuá e pata-d'água. Por ser inteiramente negro, recebe o nome comum, também , de corvo-marinho.

Características

É uma ave de cor preta em plumagem adulta e marrom-escura em juvenil. Atinge até 75 cm de comprimento e peso em torno de 1,3kg; possui pescoço longo, cabeça pequena, bico cinzento longo e fino, sendo que a ponta da maxila termina em forma de gancho.

Registro feito no Parque Iguaçu

bigua

bigua

clique

bigua
Publicado em Espécies
Página 5 de 6

Temos 22 visitantes e Nenhum membro online

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Curitiba possui 30 Parques e cerca de 81 milhões m² de área verde preservada. São 55m² de área verde por habitante, três vezes superior ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde, de 16m². No Brasil, é a cidade onde a Mata Atlântica é melhor preservada. 

Com aproximadamente 400 espécies identificadas na cidade, entre nativas, migratórias e exóticas, segundo livro publicado pela Prefeitura Municipal de Curitiba, iniciamos nossas passarinhadas nestes Parques, queremos lembrar que não se trata de um trabalho científico e sim o registro da nossa paixão pelas aves.


Hierarquia dos taxons pertencentes à classe Aves de todas as aves do Brasil baseada na lista de aves do Brasil de janeiro de 2014 do CBRO (Comitê Brasileiro de Registro Ornitológico).

Os Textos são de consulta do site: http://www.wikiaves.com.br/.