|BUSCA NOMES COMUNS|abcefgijlmopqrstuv
Portuguese English French German Italian Spanish

Fim de semana 31 de Outubro

Avalie este item
(0 votos)

Grube - Roberto e LucianoFoi um feriadão... iniciou na sexta feira (29/10) e terminou somente na terça-feria (02/11). Isso proporcionou muito tempo para observar as aves de Curitiba e Região, aproveitando também o bom tempo que fez de domingo até terça.

Pois assim o fizemos... no domingo o destino foi o Parque Iguaçu, que como sempre revela seus segredos aos poucos. Até mesmo para quem já frequenta, como nós, há tempos, cada vez acontece algo surpreendente. Percorremos toda a estrada que corta o parque, em direção ao Zoo. Foram algumas paradas para apreciar as aves que cruzavam a estrada em voos rasantes, desafiando os carros que passavam. Muitos Garibaldis estão nos juncos à beira da estrada cantando alto e levando nos bicos os ramos que comporão seus ninhos. Da mesma forma os Curuties escolheram os ramos secos em meio a um alagado para construírem sua “mansão”. Neste mesmo dia descobrimos um ninho de Caneleiro-de-chapéu no alto de um eucalipto e pensamos que poderíamos fazer ótimos registros, mas o casal conseguiu driblar nosso intento.

O domingo não foi muito frutífero, mas para a segunda e terça planejamos uma passarinhada com os amigos Walter Grube e o Luciano Coelho.

Como o tempo estava limpo e não havia previsão de chuva decidimos novamente passarinhar na Estrada da Graciosa no trecho original, a mesma que havíamos feito alguns meses atras, só que desta vez com um clima esplêndido. Saímos cedo e na chegada ao portal da estrada, paramos para verificar um morador local que vocalizava freneticamente no alto de uma árvore. Um casal de Gaviões-de-sobre-branco! Fomos atraídos pelo seu canto e conseguimos um belo registro. E iamos seguindo adiante e em cada árvore, surpresas surgiam. Já adiante na estrada, registramos um casal de Caneleiros logo a frente, na estrada antiga, um Anambé que pousara em um galho próximo. Parece que estávamos com sorte pois nesse mesmo dia flagramos também uma Juriviara. Seguindo adiante, uma ave pousada em uma arvore seca chamou a atenção do Walter. Paramos e para nossa sorte, lá estava uma Peitica pousada calmamente esperando para registrá-la.

ArapongaEntretanto, nosso objetivo maior nesse dia seria encontrar a Araponga que da vez anterior não nos deixou registrar. Mesmo caminho, mesma trilha e à beira de um lindo lago, ouvimos ao longe o canto da ave. Com o binóculo pudemos ver um pontinho branco muito longe no alto de uma arvore. Decidimos ir adiante e ver se dessa vez ela se decidiria mostrar-se. Pois foi à beira de um caminho que o canto martelado soou alto. Ela estava escondida no alto de uma árvore que insistentemente procuramos sem êxito. Mudamos de ponto de observação e nada... a esperta ave voou longe mais uma vez. Com isso encerramos a passarinhada da segunda-feira.

Já na terça, ligamos para o Luciano Coelho para uma passarinhada rápida no Iguaçu . Já era 16h quando o encontramos na entrada do parque e lá fomos nós direto ao ponto onde havíamos avistado o Bem-te-vi-rajado. De cara, lá estava ele e o Luciano pode fazer um registro excelente. Ficamos por perto admirando a paisagem um pouco afastados da estrada, que pelo feriado estava muito movimentado. Em uma das muitas lagoas, avistamos uma fêmea de Martim-pescador-verde numa ilhota no centro da lagoa. Ao olhar mais acuradamente, demos de cara, na mesma ilha, com um casal de Freirinhas. Que surpresa, pois somente havia avistado a espécie muitos meses antes. Fizemos os registros, mesmo que de longe, mas sabemos que elas estão por lá, só precisamos de mais um golpe de sorte e um pouco de paciência para um bom registro.

Estrada do Imperador

Estrada do Imperador 

Roberto 

garibaldi_macho

curutie

caneleiro-de-chapeu-preto 

peitica

gaviao-de-sobre-branco

anambe-branco-de-bochecha-parda

juruviara

martim-pescador-verde

freirinha

Lido 1075 vezes

Temos 29 visitantes e Nenhum membro online

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Curitiba possui 30 Parques e cerca de 81 milhões m² de área verde preservada. São 55m² de área verde por habitante, três vezes superior ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde, de 16m². No Brasil, é a cidade onde a Mata Atlântica é melhor preservada. 

Com aproximadamente 400 espécies identificadas na cidade, entre nativas, migratórias e exóticas, segundo livro publicado pela Prefeitura Municipal de Curitiba, iniciamos nossas passarinhadas nestes Parques, queremos lembrar que não se trata de um trabalho científico e sim o registro da nossa paixão pelas aves.


Hierarquia dos taxons pertencentes à classe Aves de todas as aves do Brasil baseada na lista de aves do Brasil de janeiro de 2014 do CBRO (Comitê Brasileiro de Registro Ornitológico).

Os Textos são de consulta do site: http://www.wikiaves.com.br/.