|BUSCA NOMES COMUNS|abcefgijlmopqrstuv
Portuguese English French German Italian Spanish
Domingo, 04 Setembro 2016 15:38

Chocão-carijó - Hypoedaleus guttatus

O Chocão-carijó (Hypoedaleus guttatus) é uma espécie de ave da Ordem Passeriformes e da família Thamnophilidae.

Seu nome científico significa: Hypoedaleus - do grego hupoidaleos = algo inchado, aumentado (referência ao forte e grosso bico desta ave); guttatus - do latim guttatus = pintado, manchado. ⇒ (Ave) manchada com o bico grosso.

Nome em Inglês - Spot-backed Antshrike

Características

O Chocão-carijó mede 20 centímetros, possui a cabeça, costas e asas com um belo padrão de pintas e barras brancas em fundo preto. Sua cauda possui um fino barrado que é mais intenso na parte superior mas também bastante definido mas é mais claro na parte inferior. Seu peito é claro, com manchas em tons cinza claro. O ventre e os flancos e o crisso possuem coloração castanho alaranjado que fica mais forte na direção do ventre para o crisso. O bico forte e robusto e as pernas são de coloração cinza azulado. Os olhos são envolvidos por um estreito anel periocular de coloração amarelada.

Registro feito em Morretes-PR em setembro/2012.

Publicado em Espécies

A Choquinha-de-asa-ferrugem (Dysithamnus xanthopterus) é uma ave Passeriformes da família Thamnophilidae.

Seu nome científico significa:do (grego) duö = plumagem; e thamnos = arbusto; e do (grego) xanthos = amarelo; e de -pteros, pteron = com asas, com a asa, asa. ⇒ (Pássaro do) arbusto com plumagem amarela na asa.

Características

Mede 12 cm de comprimento. O macho apresenta plumagem inconfundível e a fêmea lembra a fêmea da choca-de-asa-vermelha; porém, vivem em locais diferentes. Endêmica do Brasil, ocorre nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, e, recentemente, Santa Catarina.

Nome em Inglês - Rufous-backed Antvireo

Registro feito no Mirante da Estrada da Graciosa - Quatro Barras/PR.

Publicado em Espécies

A Choca-de-asa-vermelha (Thamnophilus torquatus) é uma ave Passeriformes da família Thamnophilidae.

Seu nome científico significa: do (grego) thamnos = arbusto; e -philos = que adora, que ama; e do (latim) torquatus, torques = com colar, colarinho, colar. - (Pássaro) com colar que adora os arbustos.

Características

Mede 14 centímetros. Para a identificação dessa espécie o píleo do macho é preto e peito da fêmea é liso. Habita matas de galeria, áreas de cerrado e caatinga.

Parque Municipal da Cidade de Natal, Dom Nivaldo Monte - Natal-RN.

Publicado em Espécies
Segunda, 28 Setembro 2015 16:54

Choquinha-cinzenta - Myrmotherula unicolor

Choquinha-cinzenta - Myrmotherula unicolorA Choquinha-cinzenta (Myrmotherula unicolor) é uma ave Passeriformes da família Thamnophilidae.

Seu nome significa: do (grego) murmos = formiga; e -thëras = caçador; myrmotherula = diminutivo de myrmothera = pequeno caçador de formigas, formigueiro pequeno; e do (latim) uni = um, único; e color = cor. ⇒ Pequeno caçador de formigas com cor únicaou pequeno formigueiro de uma só cor.

Características

Mede 10 cm de comprimento. O macho é uniformemente cinza, tendo a garganta manchada de preto e a fêmea é uniformemente ruiva com a garganta manchada de branco.

Tão importante quanto o registro é a companhia dos amigos! No projeto Cidadão Cintista - Reserva Salto Morato - Guaraqueçaba-PR.

Choquinha-cinzenta - Myrmotherula unicolor 

 clique

Choquinha-cinzenta - Myrmotherula unicolor -  Fêmea  
Publicado em Espécies

O Bicudinho-do-brejo (Stymphalornis acutirostris) é uma ave Passeriformes da família Thamnophilidae.

É um novo gênero e uma nova espécie recém descoberta, privativa dos banhados da região meridional litorânea do Paraná e do nordeste de Santa Catarina, encontra-se em alagados com vegetação densa. 
Uma segunda espécie do gênero foi recentemente descoberta pelo ornitólogo Luís Fábio Silveira, em Mogi das Cruzes, no interior do estado de São Paulo, denominada “bicudinho-do-brejo-paulista”..

Características

Possui cerca de 15 cm, bico alongado e fino. O macho apresenta uma distinta área cinza escura no pescoço, face e peito; A fêmea apresenta face e partes inferiores negras marcadas de branco com flancos e crisso oliva-amarronzado escuro, cauda negra, graduada e composta de dez retrizes.

Agradecimento especial ao Luciano Breves que nos indicou o local, Passarinhada na companhia do Sergio Gregorio e Claudio Soares. Registro feito em Antonina-PR

Bicudinho-do-brejo (Stymphalornis acutirostris) clique
bicudinho1  

 

 

 

Publicado em Espécies
Sexta, 23 Dezembro 2011 10:46

Choca-barrada - Thamnophilus doliatus

choca-barradaChoca-barrada (Thamnophilus doliatus) é uma ave Passeriformes da família Thamnophilidae. Também conhecida como maria-cocá e gata-véia (interior paulista).

Características

Domina no macho a coloração negra, enquanto na fêmea ela é amarronzada. Entretanto, o macho é todo barrado (razão de um dos nomes comuns), exceto pelo negro uniforme do alto da cabeça, enquanto a fêmea possui somente os lados da cabeça estriados. Na ave adulta, o olho é branco com leve tom amarelado (marrom avermelhado nos juvenis). Também mantém as penas da cabeça eriçadas boa parte do tempo, em um topete muito destacado. Apresenta um comprimento de 16 centímetros.
Fêmea - Registro feito em Londrina-PR.

Macho - Registro feito em Olímpia-SP. (06/07/2013)

choca-barrada clique
choca-barrada
Publicado em Espécies

borralhara-assobiadoraA Borralhara-assobiadora (Mackenziaena leachii) é uma ave Passeriformes da família Thamnophilidae .

Características

Mede 22cm de comprimento, sendo uma espécie grande da família Thamnophilidae. Tanto o macho como a fêmea apresentam íris avermelhada.

Registro feito na Estrada do Corvo em Quatro Barras.

borralhara2

clique
Publicado em Espécies

choca-chapeu-vermelhoChoca-de-chapéu-vermelho (Thamnophilus ruficapillus) é uma ave Passeriformes da família Thamnophilidae. Encontrado em matas secundárias ralas, capoeiras em regeneração, campos de altitude e áreas semiabertas.

Características

Mede 17 centímetros. Para a identificação, o píleo do macho é rufo. O peito da fêmea é levemente barrado nos lados.

Registro no Parque Iguaçu.

choca-chapeu-vermelho

 clique

Publicado em Espécies
Terça, 10 Agosto 2010 21:42

Choca-da-mata - Thamnophilus caerulescens

choca-da-mataO gênero Thamnophilus ainda é motivo de muitas controvérsias entre os ornitólogos que ainda não chegaram a conclusões bem fundamentadas sobre o status taxonômico de boa parte de suas espécies, inclusive a choca-da-mata. Seu nome em inglês, variable antshrike, diz muito sobre sua aparência, que é de fato muito variável. Existem pelo menos 12 subespécies e talvez algumas delas ainda sejam separadas em espécies distintas. Como se não bastasse ainda há uma outra espécie, na verdade um grupo de subespécies que têm sido elevadas a espécies, que é o das chocas-pintalgadas (Thamnophilus punctatus), muito parecidas com as chocas-barradas, mas tendendo a apresentar uma coroa mais negra e as manchas das asas e da cauda mais definidas.

Características

Tem 15 centímetros e pesa 20 gramas. Há dimorfismo sexual, a coloração do macho é meio acinzentada, o alto da cabeça é negro e o ventre é mais claro. Já a fêmea distingue-se pela plumagem parda. Ambos os sexos possuem pintas claras nas asas. Uma característica que distingue esta espécie de outras chocas é a falta de pintas ou barras escuras ou de manchas pardas no macho.
Provavelmente a choca mais comum das bordas de mata do Brasil não-amazônico, a choca-da-mata é na verdade um complexo de subespécies que compreende algumas populações provavelmente merecedoras do status de espécie, seja pela coloração, pelo isolamento geográfico ou pela vocalização, como é o caso da subespécie do nordeste (Thamnophilus caerulescens cearensis), com vocalização claramente distinta das populações ao sul.
Costuma emitir um apelo audível, parecendo um “gá-a”, “gá-a”, com acentuação mais forte na primeira sílaba. 

Registro feito  em Laurentino-SC

choca-da-mata_20100821_1981705604 

clique 

choca-da-mata

Publicado em Espécies

Temos 38 visitantes e Nenhum membro online

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Curitiba possui 30 Parques e cerca de 81 milhões m² de área verde preservada. São 55m² de área verde por habitante, três vezes superior ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde, de 16m². No Brasil, é a cidade onde a Mata Atlântica é melhor preservada. 

Com aproximadamente 400 espécies identificadas na cidade, entre nativas, migratórias e exóticas, segundo livro publicado pela Prefeitura Municipal de Curitiba, iniciamos nossas passarinhadas nestes Parques, queremos lembrar que não se trata de um trabalho científico e sim o registro da nossa paixão pelas aves.


Hierarquia dos taxons pertencentes à classe Aves de todas as aves do Brasil baseada na lista de aves do Brasil de janeiro de 2014 do CBRO (Comitê Brasileiro de Registro Ornitológico).

Os Textos são de consulta do site: http://www.wikiaves.com.br/.