|BUSCA NOMES COMUNS|abcefgijlmopqrstuv
Portuguese English French German Italian Spanish
Sábado, 24 Dezembro 2011 14:13

Saci - Tapera naevia

saci

O Saci (Tapera naevia),  é uma ave da ordem Cuculiformes da família Cuculidae. Também conhecido por verão, peitica, buraco-feio, crispim, fem-fem (Amazônia), martimpererê, martinra-pereira, mati-taperê, matintaperera, sem-fim, seco-fico, sêde-sêde, tempo-quente e entre outros mais.

Características

O padrão rajado das costas, cabeça e cauda, misturando linhas negras com faixas marrom escuras dificulta sua localização. Na cabeça, a risca branca do olho até a nuca e sob o olho é característica, mantendo as penas da cabeça eriçadas. Barriga e peito de cor branca ou creme.

 
Rapidamente reconhecido pelo seu canto mais característico, emitido de forma contínua, ao longo do dia, no período reprodutivo e mais espaçadamente no resto do ano. Esse canto é entendido em diferentes partes do Brasil conforme cada um de seus nomes comuns.
O padrão rajado das costas, cabeça e cauda, misturando linhas negras com faixas marrom escuras dificulta sua localização. Na cabeça, a risca branca do olho até a nuca e sob o olho é característica, mantendo as penas da cabeça eriçadas. Barriga e peito de cor branca ou creme.
Rapidamente reconhecido pelo seu canto mais característico, emitido de forma contínua, ao longo do dia, no período reprodutivo e mais espaçadamente no resto do ano. Esse canto é entendido em diferentes partes do Brasil conforme cada um de seus nomes comuns.

Registro feito em Londrina-PR, observado também em Curitiba no Parque Iguaçu

saci

clique 

Publicado em Espécies
Sábado, 24 Dezembro 2011 14:03

Carão - Aramus guarauna

caraoO Carão (Aramus guarauna) é uma ave Gruiformes da família Aramidae. Presente no estado da Flórida e do México à Bolívia e Argentina e Brasil. É o único representante da família Aramidae e do gênero Aramus.

Características

O carão mede até 70 cm de comprimento, possuindo o corpo pardo-escuro com garganta branca, bico com mandíbula amarela, cabeça e pescoço estriados de branco e pernas negras. Espécie sem dimorfismo sexual.

carao

clique

Publicado em Espécies

andorinha-de-dorso-acaneladoAndorinha-de-dorso-acanelado (Petrochelidon pyrrhonota) é uma ave Passeriformes da família Hirundidae. Já esteve inclusa no gênero Hirundo. 

Características

Mede 14 centímetros e pesa de 20 a 28 gramas. O adulto tem um azul iridescente nas costas e na coroa, possui asas e cauda marrons. A nuca e a testa são brancas. A barriga é branca, exceto para a garganta avermelhada. Possui cauda quadrada.

Registro feito em Londrina-PR.

andorinha-de-dorso-acanelado

clique

 

Publicado em Espécies
Sábado, 24 Dezembro 2011 13:33

Andorinha-do-rio - Tachycineta albiventer

Andorinha-do-rio (Tachycineta albiventer) é uma ave Passeriformes da família Hirundidae. Conhecida também como andorinha-ribeirinha. 

Características

Como enfatiza o nome comum, muito ligada à água. A semelhança com a outra espécie do gênero torna a identificação difícil, em muitos casos. As melhores características para determinação segura são o tom esverdeado dominante na plumagem das costas, mais notável sob luz intensa e a área branca sobre a asa (embora os juvenis da andorinha-de-sobre-branco  (Tachycineta leucorrhoa), também tenham um pouco de branco no mesmo local). Mede cerca de 13,5 cm.

Registro feito em Londrina-PR - Observado em Curitiba no Parque Iguaçu em outubro de 2014.

andorinha-do-rio clique

andorinha-do-rio

andorinha-do-rio

Publicado em Espécies
Sábado, 24 Dezembro 2011 13:17

Sovi - Ictinia plumbea

soviSovi (Ictinia plumbea) é uma ave da ordem Accipitriformes da família Accipitridae. O Gavião-saúveiro ou Sovi, é uma espécie bem comum em nosso país, vive nas bordas de florestas e campos, pode ser visto sobrevoando queimadas para caçar.

Características

Possui aproximadamente 34 cm de comprimento. Pequena e comum, de asas estreitas e compridas. Inteiramente cinza-ardósia, com a face interior das primárias intensamente castanha. Olhos vermelhos, pernas alaranjadas. O indivíduo imaturo apresenta as partes inferiores brancas estriadas, tendo manchado também de branco o vértice.

Registro feito em Londrina-PR.

sovi clique
sovi
Publicado em Espécies
Sábado, 24 Dezembro 2011 12:20

Limpa-folha-ocráceo - Philydor lichtensteini

limpa-folha-ocracioO Limpa-folha-ocráceo (Philydor lichtensteini) é uma ave Passeriformes da família Furnariidae. Conhecido também como arapaçu, inturmado, limpa-folha e limpa-folha-de-coroa-cinza.

Características

Mede cerca de 18 cm de comprimento. É semelhante ao limpa-folha-de-testa-baia (Philydor rufum), do qual se distingue pelo píleo uniformemente cinza e pelo porte menor.

Registro feito em Londrina-PR.

limpa-folha-ocracio

clique

Publicado em Espécies

figuinha-de-rabo-castanho

A Figuinha-de-rabo-castanho (Conirostrum speciosum) é uma ave Passeriformes da família Thraupidae. Apresenta o seguintes nomes populares: sebinho-de-crisso-castanho, pula-pula, vira-folhas e figuinha-bicuda (Rio de Janeiro). É comum em campos com árvores e arbustos, florestas de galeria e de várzea, ilhas fluviais e vegetação à beira de rios.

Características

O macho é mais colorido do que a fêmea, com o amarelo vivo do olho das aves adultas destacando-se contra o negro dominante na cabeça e lados do pescoço. Entre o olho e o bico, uma listra branca, mesma cor das partes inferiores. O dorso é cinza levemente azulado, assim como a cauda. As penas longas das asas são cinza escuro, ocasionalmente observadas na ave pousada. Já a fêmea possui a mesma distribuição geral de cores, exceto o negro da cabeça. A íris é amarelo mais apagado, assim como o cinza das costas. Partes inferiores com tom levemente amarronzado. O bico é amarelado, enquanto no macho é cinza na base com a ponta escura. 

Tem cerca de 13 centímetros e pesa aproximadamente 14 gramas. Chama a atenção pelo branco puro do loro e do lado inferior que contrasta com o negro do píleo. Tem manto cinzento, íris e pernas amarelas. A fêmea não tem o desenho negro tendo o seu lado inferior amarelo e mandíbula branca.

 
Sempre muito ativos durante as caçadas, ocasionalmente emitem um chamado curto e assobiado
As cores do macho facilitam a identificação, embora o cinza azulado dominante, mais escuro na parte superior, possa levar à confusão com a balança-rabo-de-mascara(Polioptila dumicola), se observado à distância e rapidamente. Além de não ter o hábito de manter a cauda levantada, por baixo da base da mesma aparecem as penas marrom avermelhadas que o distinguem de todas as outras aves. O formato de bico, longo e cônico, bem como da cabeça ajudam na determinação da espécie. A fêmea é completamente diferente, parecendo outra espécie, não fosse o formato do bico. Só a cabeça é levemente cinza azulado, com as costas e cauda esverdeadas e partes inferiores cinza claro (sem as penas marrons na base da cauda). Uma fina listra superciliar cinza clara encontra-se com a testa da mesma cor. Felizmente, sempre estão próximas aos machos em suas caçadas diárias, facilitando a identificação. Mede cerca de 11 cm. 
Registro feito em Londrina-PR e em Olímpia-SP
figuinha-de-rabo-castanho clique
figuinha-de-rabo-castanho


 
Publicado em Espécies
Sábado, 24 Dezembro 2011 11:48

Marianinha-amarela - Capsiempis flaveola

marianinha-amarelaA Marianinha-amarela (Capsiempis flaveola) é uma ave Passeriformes da família Tyrannidae. Conhecida também como maria-amarelinha e sebinho.

Características

Mede cerca de 11 cm de comprimento. É comum no estrato inferior de bordas de florestas, clareiras com arbustos, bambuzais, cafezais e restingas. Vive aos pares ou em pequenos grupos de 3 ou 4 indivíduos, procurando ativamente por insetos na folhagem.

Registro feito em Londrina-PR.

marianinha-amarela 20111223 1620290414

 clique
Publicado em Espécies
Sábado, 24 Dezembro 2011 11:32

Saíra-de-papo-preto - Hemithraupis guira

saira-de-papo-preto

A Saíra-de-papo-preto (Hemithraupis guira) é uma ave Passeriformes da família Thraupidae. Conhecida também como Pintassilgo-do-papo-preto.

Características

O macho é mais colorido do que a fêmea, com o amarelo vivo do olho das aves adultas destacando-se contra o negro dominante na cabeça e lados do pescoço. Entre o olho e o bico, uma listra branca, mesma cor das partes inferiores. O dorso é cinza levemente azulado, assim como a cauda. As penas longas das asas são cinza escuro, ocasionalmente observadas na ave pousada. Já a fêmea possui a mesma distribuição geral de cores, exceto o negro da cabeça. A íris é amarelo mais apagado, assim como o cinza das costas. Partes inferiores com tom levemente amarronzado. O bico é amarelado, enquanto no macho é cinza na base com a ponta escura.

Tem cerca de 13 centímetros e pesa aproximadamente 14 gramas. Chama a atenção pelo branco puro do loro e do lado inferior que contrasta com o negro do píleo. Tem manto cinzento, íris e pernas amarelas. A fêmea não tem o desenho negro tendo o seu lado inferior amarelo e mandíbula branca.
 
Sempre muito ativos durante as caçadas, ocasionalmente emitem um chamado curto e assobiado
Mede cerca de 13 cm de comprimento e pesa 10 g. O macho possui as laterais da cabeça e a garganta pretas, uma estria amarela sobre o olho e o peito com um colar ferrugíneo e a fêmea apresenta a cabeça olivácea e o peito amarelado.

Registro feito em Londrina-PR e Irati-PR

saira-do-papo-preto

clique

Publicado em Espécies
Sábado, 24 Dezembro 2011 11:27

Saíra-de-chapéu-preto - Nemosia pileata

saira-de-chapeu-preto

A Saíra-de-chapéu-preto (Nemosia pileata) é uma ave Passeriformes da família Thraupidae. Em muitos lugares do Nordeste é conhecida como azedinho.

Características

O macho é mais colorido do que a fêmea, com o amarelo vivo do olho das aves adultas destacando-se contra o negro dominante na cabeça e lados do pescoço. Entre o olho e o bico, uma listra branca, mesma cor das partes inferiores. O dorso é cinza levemente azulado, assim como a cauda. As penas longas das asas são cinza escuro, ocasionalmente observadas na ave pousada. Já a fêmea possui a mesma distribuição geral de cores, exceto o negro da cabeça. A íris é amarelo mais apagado, assim como o cinza das costas. Partes inferiores com tom levemente amarronzado. O bico é amarelado, enquanto no macho é cinza na base com a ponta escura.

Tem cerca de 13 centímetros e pesa aproximadamente 14 gramas. Chama a atenção pelo branco puro do loro e do lado inferior que contrasta com o negro do píleo. Tem manto cinzento, íris e pernas amarelas. A fêmea não tem o desenho negro tendo o seu lado inferior amarelo e mandíbula branca.
 
Sempre muito ativos durante as caçadas, ocasionalmente emitem um chamado curto e assobiado
O macho é mais colorido do que a fêmea, com o amarelo vivo do olho das aves adultas destacando-se contra o negro dominante na cabeça e lados do pescoço. Entre o olho e o bico, uma listra branca, mesma cor das partes inferiores. O dorso é cinza levemente azulado, assim como a cauda. As penas longas das asas são cinza escuro, ocasionalmente observadas na ave pousada. Já a fêmea possui a mesma distribuição geral de cores, exceto o negro da cabeça. A íris é amarelo mais apagado, assim como o cinza das costas. Partes inferiores com tom levemente amarronzado. O bico é amarelado, enquanto no macho é cinza na base com a ponta escura.Tem cerca de 13 centímetros e pesa aproximadamente 14 gramas. Chama a atenção pelo branco puro do loro e do lado inferior que contrasta com o negro do píleo. Tem manto cinzento, íris e pernas amarelas. A fêmea não tem o desenho negro tendo o seu lado inferior amarelo e mandíbula branca.
Sempre muito ativos durante as caçadas, ocasionalmente emitem um chamado curto e assobiado.

Registro feito em Londrina-PR

saira-do-chapeu-preto

 clique

Publicado em Espécies
Página 1 de 2

Temos 41 visitantes e Nenhum membro online

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Curitiba possui 30 Parques e cerca de 81 milhões m² de área verde preservada. São 55m² de área verde por habitante, três vezes superior ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde, de 16m². No Brasil, é a cidade onde a Mata Atlântica é melhor preservada. 

Com aproximadamente 400 espécies identificadas na cidade, entre nativas, migratórias e exóticas, segundo livro publicado pela Prefeitura Municipal de Curitiba, iniciamos nossas passarinhadas nestes Parques, queremos lembrar que não se trata de um trabalho científico e sim o registro da nossa paixão pelas aves.


Hierarquia dos taxons pertencentes à classe Aves de todas as aves do Brasil baseada na lista de aves do Brasil de janeiro de 2014 do CBRO (Comitê Brasileiro de Registro Ornitológico).

Os Textos são de consulta do site: http://www.wikiaves.com.br/.