|BUSCA NOMES COMUNS|abcefgijlmopqrstuv
Portuguese English French German Italian Spanish
Domingo, 04 Setembro 2016 15:38

Chocão-carijó - Hypoedaleus guttatus

O Chocão-carijó (Hypoedaleus guttatus) é uma espécie de ave da Ordem Passeriformes e da família Thamnophilidae.

Seu nome científico significa: Hypoedaleus - do grego hupoidaleos = algo inchado, aumentado (referência ao forte e grosso bico desta ave); guttatus - do latim guttatus = pintado, manchado. ⇒ (Ave) manchada com o bico grosso.

Nome em Inglês - Spot-backed Antshrike

Características

O Chocão-carijó mede 20 centímetros, possui a cabeça, costas e asas com um belo padrão de pintas e barras brancas em fundo preto. Sua cauda possui um fino barrado que é mais intenso na parte superior mas também bastante definido mas é mais claro na parte inferior. Seu peito é claro, com manchas em tons cinza claro. O ventre e os flancos e o crisso possuem coloração castanho alaranjado que fica mais forte na direção do ventre para o crisso. O bico forte e robusto e as pernas são de coloração cinza azulado. Os olhos são envolvidos por um estreito anel periocular de coloração amarelada.

Registro feito em Morretes-PR em setembro/2012.

Publicado em Espécies

O Chorozinho-de-asa-vermelha (Herpsilochmus rufimarginatus) é uma espécie de ave da Ordem Passeriformes e da família Thamnophilidae. É conhecido também como chorozinho-de-asa-ruiva.

Seu nome científico significa: do (grego) herpö = que rasteja pelo; e lokhmë = matagal, bosque; e do (latim) rufus = avermelhado, castanho, marrom, vermelho; e de marginatus, marginare, margo = marginado, bordado, borda, margem. ⇒ (Pássaro) com borda vermelha que rasteja pelo bosque.

Nome em Inglês - Rufous-winged Antwren

Características

Mede 11,5 cm de comprimento e pesa 10,5 g. Apresenta plumagem muito distinta em relação ao seu gênero, assemelhando-se mais a certas espécies do gênero Drymophila, dos quais se disntinguem pelo ventre amarelo, comum a ambos os sexos ou então a certosTerenura, dos quais se distinguem pelo padrão facial e pelas asas ruivas. A cor do alto da cabeça é diferente nos dois sexos: preto no macho e castanho-ferrugíneo na fêmea.

Registro feito em Iporanga-SP em fevereiro/2013.

Publicado em Espécies
Sexta, 24 Junho 2016 17:14

Acauã - Herpetotheres cachinnans

O Acauã (Herpetotheres cachinnans) é uma ave Falconiformes da família Falconidae.

Conhecido também como macauá, acanã, cuã, cauã, uacanã e macaguá. No perímetro de Linhares (Espírito Santo)e o interior do RJ, alguns moradores chamam esta ave de gavião-cova-caiau, devido a seu chamado/apelo. Em algumas regiões é considerado uma ave de mau-agouro , pela esdrúxula interpretação de seu canto como “Deus-chamou” ou “Deus que um” ,indicando que a morte estaria próxima de vir à quem o escuta .

Seu canto dá origem ao seu nome “acauã” e é repetido seguidamente durante alguns segundos. No folclore amazonense, diz-se que os gritos do acauã prenunciam a chegada de forasteiros. Já na região do Espinhaço, em Minas Gerais, prenunciam a morte de um conhecido.

Nome em Inglês - Laughing Falcon

Seu nome científico significa: do (grego) herpeton = cobra, serpente, réptil; e _thëras = caçador; e do (latim) cachinnans, cahinnare = gargalhando, gargalhar, que gargalha. ⇒ Caçador de serpentes que gargalha.

Características

Mede cerca de 47 centímetros de comprimento. Comum em bordas de florestas, capoeiras, florestas de galeria, campos com árvores e cerrados. Vive solitário, permanecendo pousado por longos períodos a média altura em árvores isoladas, que ofereçam boa visibilidade. Costuma cantar ao entardecer e ao amanhecer. É comum ver esta ave em galhos de árvore secas.

Na estrada para Guaraqueçaba em Antonina-PR - 29/09/2012.

Luiz Gonzaga Canta Acauã de Zé Dantas

Publicado em Espécies

O Chorozinho-de-papo-preto (Herpsilochmus pectoralis) é uma ave Passeriformes da família Thamnophilidae. Também conhecido como chorozinho-sinistro.

Seu nome científico significa: do (grego) herpö = que rasteja pelo; e lokhmë = matagal, bosque; e do (latim) pectoralis, pectus = peitoral, peito. - (Pássaro) com peitoral que rasteja pelo bosque.

Características

Tem em média, 11 a 12 cm de comprimento e o macho apresenta como característica marcante uma nódoa preta no peito, e a fêmea e o imaturo têm ventre cor laranja.

 Habita a caatinga arbórea, floresta semidecídua, florestas decíduas, florestas de galeria, florestas secundárias em estágio avançado de regeneração e restinga arbórea. Sua área de distribuição abrange os estados do Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Sergipe e Bahia. Espécie ameaçado de extinção.

Parque Estadual das Dunas - Natal-RN

Publicado em Espécies

O Chorozinho-da-caatinga (Herpsilochmus sellowi) é uma ave Passeriformes da família Thamnophilidae.

É uma espécie endêmica do Brasil, ou seja, só existe no nosso país..

Seu nome científico significa: do (grego) herpö = que rasteja pelo; e lokhmë = matagal, bosque; e de sellowi = homenagem ao naturalista alemão e coletor de espécimes no Brasil no período de (1814-1831), Friedrich Sellow (1789–1831). - (Pássaro) de Sellow que rasteja pelo bosque.

Características

O chorozinho-da-caatinga é um pássaro com cerca de 12 cm de comprimento, apresentando dimorfismo sexual. O macho é mais acinzentado no dorso, com uma coroa negra, rodeada por um supercílio branco. A região ventral é esbranquiçada. A fêmea tem o dorso oliváceo, com a região ventral amarelada. Tanto o macho quanto a fêmea têm uma pequena faixa escura atrás do globo ocular.

 É uma espécie quase endêmica do Bioma Caatinga. Apesar da extensa área de distribuição, a espécie está classificada como Quase Ameaçada (NT), já que são relativamente poucos os locais onde essa espécie foi descrita. A gradativa perda de habitat faz com que a estimativa seja que a população esteja decaindo.

Parque Municipal da Cidade de Natal Dom Nivaldo Monte - Natal-RN.

Publicado em Espécies

viuvinha-de-oculosA Viuvinha-de-óculos (Hymenops perspicillatus) é uma ave Passeriformes da família Tyrannidae.

Seu nome significa: do (grego) humën = pele; e öps = olho; e do (latim) perspicillata, perspicillatum, perspicillatus = lente, óculos, ver através de. ⇒ (pássaro com óculos de pele).

Características

Mede de 13 a 16 centímetros. O macho apresenta extensa área nua ao redor dos olhos. Ocorre no Rio Grande do Sul. Também é encontrado de Santa Catarina até o Rio de Janeiro e no oeste do Mato Grosso.

Registro feito em Tavares-RS

viuvinha-de-oculos clique
Publicado em Espécies

Também conhecido como estrela-verde-azulado, o Bico-reto-de-banda-branca (Heliomaster squamosus) é uma ave Apodiformes da família Trochilidae.

Características

Mede cerca de 12,5 centímetros de comprimento. Nesta espécie a fêmea difere do macho principalmente por apresentar a garganta e o peito escamados, isto é, apenas com a parte central verde e o restante cinza-claro. No inverno, o macho adulto perde a plumagem vermelho-violeta iridescente da garganta e do peito, assemelhando-se à fêmea e aos jovens.

Registro feito em São João da Canastra-MG

bico-reto-femea

clique

Publicado em Espécies

saira-ferrugemA Saíra-ferrugem (Hemithraupis ruficapilla) é uma ave Passeriformes da família Thraupidae. Conhecida também como figuinha-amarela, chefe-de-saíra, pintassilgo-da-mata, saíra-da-mata e chama-bando. Esta é uma espécie endêmica do Brasil. Existem duas subespécies: H. r. bahiae e H. r. ruficapilla.

Seu nome significa: do (grego) hemi = metade, semi, pequeno; thraupis = Tangará; (latim)rufus = vermelho, castanho; capillus= coroado; cabelo. ⇒ Pequeno tangará de cabeça castanha.

Características

O macho apresenta a cabeça em cor ferrugem, com os lados do pescoço amarelados e o peito marrom-claro. A fêmea é quase toda esverdeada, sendo mais clara nas partes inferiores. Tem 14 cm de comprimento e pesa 13g.

Registro feito em Morretes.

saira-ferrugem

clique

Publicado em Espécies
Quinta, 01 Agosto 2013 12:29

Bacurau - Hydropsalis albicollis

bacurauO Bacurau (Hydropsalis albicollis)  é uma ave da ordem Caprimulgiformes da família Caprimulgidae. Conhecido também como curiango, curiango-comum, ju-jau, amanhã-eu-vou (em Minas Gerais), ibijau, mede-léguas, acurana e a-ku-kú (nomes indígenas - Mato Grosso).

Características

Mede cerca de 30 centímetros de comprimento. O macho apresenta uma larga faixa nas asas (observada em voo) e os lados da cauda brancos e a fêmea possui uma estreita faixa amarelada nas asas e somente a ponta da cauda branca. Comum em bordas de florestas, capoeiras abertas, campos com árvores isoladas, cerrados, capões de mata podendo também ser encontrado em matas secundárias e em processo de reflorestamento. Vive no chão. Só é visto durante o dia somente se espantado. Nestas ocasiões, voa curtas distâncias e logo volta a sumir em meio à vegetação rasteira, procurando se camuflar em meio as folhagens no substrato.

Registro em Olímpia-SP na margem do Rio Turvo no dia 06/07/2013

Bacurau - Hydropsalis albicollis

clique

Publicado em Espécies

gaviao-cabocloO Gavião-caboclo (Heterospizias meridionalis) é uma ave da ordem Accipitriformes da família Accipitridae. também conhecido pelos nomes de gavião-casaca-de-couro, gavião-telha (São Paulo), gavião-fumaça (Mato Grosso) e gavião-tinga (Pará), é um gavião campestre, que ocorre do Panamá à Argentina e em todo o Brasil, porém na Amazônia apenas em alguns locais, como o leste do Pará e a região do Baixo Amazonas. Comum em campos, pastagens, borda de alagados, manguezais, pequenas florestas de eucaliptos em áreas campestres e no cerrado.

Características

A espécie mede cerca de 55 centímetros de comprimento, com plumagem ferrugínea. O adulto é todo marrom avermelhado, com a ponta das asas e cauda negras e penas longas. Possui uma faixa branca, estreita, na cauda. Pernas e pele nua das narinas, amarelas. Bico negro e olho marrom avermelhado. Como em outros gaviões, o jovem é muito diferente. Cores apagadas, cinza amarronzado nas costas e barriga creme, com riscos verticais escuros e uma semi-coleira escura. Sobre os olhos, uma listra clara. A cauda é creme, com finas listras escuras. Faixa larga subterminal negra. Penas longas das asas com listras finas e ponta negra.

Registro feito em Olímpia-SP |  Sacramento-MG

cabocloclique

Publicado em Espécies
Página 1 de 2

Temos 34 visitantes e Nenhum membro online

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Curitiba possui 30 Parques e cerca de 81 milhões m² de área verde preservada. São 55m² de área verde por habitante, três vezes superior ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde, de 16m². No Brasil, é a cidade onde a Mata Atlântica é melhor preservada. 

Com aproximadamente 400 espécies identificadas na cidade, entre nativas, migratórias e exóticas, segundo livro publicado pela Prefeitura Municipal de Curitiba, iniciamos nossas passarinhadas nestes Parques, queremos lembrar que não se trata de um trabalho científico e sim o registro da nossa paixão pelas aves.


Hierarquia dos taxons pertencentes à classe Aves de todas as aves do Brasil baseada na lista de aves do Brasil de janeiro de 2014 do CBRO (Comitê Brasileiro de Registro Ornitológico).

Os Textos são de consulta do site: http://www.wikiaves.com.br/.