|BUSCA NOMES COMUNS|abcefgijlmopqrstuv
Portuguese English French German Italian Spanish
Sábado, 19 Novembro 2011 14:35

Trinta-réis-de-bando - Thalasseus acuflavidus

trinta-reis-de-bandoO Trinta-réis-de-bando (Thalasseus acuflavidus),  é uma ave da ordem dos  Charadriiformes, pertencendo a família dos Sternidae

Seu nome significa: do (grego) thalasseus, thalassa = pescador do mar, mar; e do (latim)acus = agulha; e flavidus, flavus amarelado, amarelo dourado; acuflavidus = agulha amarelada. ⇒ Pescador marinho com agulha amarelada ou pescador marinho (com bico em forma de) agulha amarelada.

Características

Vive em pequenos bandos

trina-reis clique
trina-reis2  
trinta-reis-de-bando  
Trinta-réis-de-bando - Thalasseus acuflavidus  
Publicado em Espécies
Sábado, 29 Outubro 2011 13:01

Topetinho-verde - Lophornis chalybeus

O Topetinho-verde (Lophornis chalybeus) pertence à Ordem Apodiformes e à Família Trochilidae

Seu nome científico significa: do (grego) lophos = crista, topete; e ornis = pássaro; e do (latim) chalybeius = de aço. ⇒ Pássaro com topete de aço.

Características

Pequeno beija-flor, mede entre 7,5 a 8,5 cm e pesa apenas 3 gramas!

Os machos desta espécie são elegantes e apresentam longos tufos de penas verdes com as pontas brancas na garganta. Quando eriçados, mostram bela mancha verde iridescente atrás dos olhos. Dorso superior verde e uropígio bronze, garganta verde, peito com manchas brancas, abdome cinzento e infracaudais branca. Pálpebras azuis, bico negro. Os machos não apresentam topete na cor vermelha na cabeça. A fêmea não tem os espetaculares tufos de longas penas na bochecha e em vez disso tem uma garganta marrom, peito com manchas brancas e uma faixa facial abaixo do olhos esbranquiçada. Ambos os sexos exibem uma banda branca no uropígio como fazem muitos outros do gênero, que para o macho é branca e para a fêmea é amarronzada.

Registro feito em Morretes na sede da Ornithos.

topete2

clique

Publicado em Espécies
Quinta, 28 Julho 2011 11:49

Tangarazinho - Ilicura militaris

tangarazinhoO Tangarazinho (Ilicura militaris) é uma ave Passeriforme da família  Pipridae

Também conhecido como “saíra-licuria” e estalador (MG) e Tangara Arco Iris (algumas regiões de Santa Catarina).

Características

O macho mede 12,5 cm e a fêmea, 11 cm, incluindo o prolongamento da cauda. Apresenta o típico dimorfismo sexual do gênero, com o macho possuindo 4 cores: branco, verde, preto e vermelho, em um padrão bastante marcante; a fêmea é verde-oliva nas partes superiores e cinza nos lados da cabeça e garganta, apresentando a cauda com prolongamento menor do que o do macho. Apresenta vocalização ou chamado em tom agudo, e frequenta áreas sombreadas à média e baixa altura da vegetação.

Registro feito em Morretes-PR (Porto de Cima), na fazenda do Sr. Carlo, na companhia dos amigos do Wikiaves.

tangarasinho2

clique

Publicado em Espécies
Quinta, 28 Julho 2011 11:27

Tiê-do-mato-grosso - Habia rubica

tie-do-mato-grossoO Tiê-do-Mato-Grosso (Habia rubica) é uma ave Passeriformes da família Cardinalidae. Conhecido também como tangará (Pará) e tiê-da-mata.

Características

Mede cerca de 19,5 cm de comprimento e pesa 40 g. O macho é vermelho-amarronzado com o alto da cabeça vermelho e a fêmea é marrom-olivácea com uma pequena faixa amarela no alto da cabeça.

Registro feito em Morretes-PR (Porto de Cima).

mato-grosso-femea2

clique 

mato-grosso2

Publicado em Espécies

taperucu-de-coleira-brancaO  Taperuçu-de-coleira-branca (Streptoprocne zonaris) é uma ave Apodiformes da família Apodidae. Também conhecido como andorinhão e andorinhão-de-coleira. 

Características

Mede cerca de 21 centimetros. Os taperuçus têm pés muito reduzidos que os impedem de pousar em fios de eletrificação ou galhos, como o fazem as andorinhas. Esta é a maior espécie da família e sua velocidade de vôo pode alcançar 100 km/hora.

 

taperucu-de-coleira-branca

clique

Publicado em Espécies

trepador-sombrancelhaO Trepador-sombrancelha (Cichlocolaptes leucophrus) é uma ave Passeriformes da família Furnariidae .

Características

 Registro feito na Estrada do Corvo em Quatro Barras.

trepador2

clique

trepador

Publicado em Espécies

trepadorzinhoO Trepadorzinho (Heliobletus contaminatus) é uma ave Passeriformes da família Furnariidae . É a única espécie do género Heliobletus.

Características

Observação feita em campo, tem cerca de 10 cm, faixa supra-ciliar que se junta a coleira esbranquiçada, peito esbranquiçado rajado de marrom, percorre desde o estrato inferior até o superior revirando folhas e galhos podres à procura de insetos e larvas.

Registro feito na Estrada do Corvo em Quatro Barras. 

trepadorzinho

clique

 trepadorzinho2

Publicado em Espécies
Segunda, 21 Fevereiro 2011 10:51

Tico-tico-do-campo - Ammodramus humeralis

tico-tico-do-campoO Tico-tico-do-campo (Ammodramus humeralis) é uma ave Passeriforme da família  Passerellidae. Também conhecido como tico-tico-rato.

Características

Mede cerca de 13cm de comprimento. O forte amarelo superciliar é a melhor característica para identificá-lo. Também possui o encontro da asa com o mesmo amarelo vivo, mas essa área, muitas vezes, fica escondida pelas penas do corpo. O riscado da plumagem é marrom escuro e negro, contra o cinza dominante. Ao andar muito no chão, na caça de insetos e sementes, impregna suas penas cinzas com a cor do solo, variando a tonalidade de acordo com a região.

O canto territorial lembra um grilo, não uma ave. Uma vez aprendido, pode-se achá-lo com facilidade.

Registro feito em São Luiz do Purunã na cidade de Balsa Nova - PR.

Tico-tico-do-campo

clique

Publicado em Espécies
Segunda, 31 Janeiro 2011 16:41

Tucano-de-bico-preto - Ramphastos vitellinus

O Tucano-de-bico-preto (Ramphastos vitellinus)  é uma ave da ordem dos Piciformes, pertencendo a família  Ramphastidae. Conhecido também como canjo (Mato Grosso), tucano-de-peito-amarelo e tucano-pacova. As subespécies também podem ser descritas com nomes populares distintos. A subespécie ariel também é descrita como tucano-de-ariel, a citreolaemus como tucano-de-peito-amarelo, e a culminatus como tucano-pequeno-de-papo-branco.

Seu nome científico significa: do (grego) ramphastos, ramphestes = longa espada, grande espada; e do (latim) vitellina, vitellinus, vitellus = amarelo profundo, cor de laranja, gema de um ovo. ⇒ Ave de cor laranja com nariz grande como uma espada.


O Ramphastos vitellinus é subdividido em 4 sub-espécies, sendo elas:

Ramphastos vitellinus vitellinus Esta subespécie tem como característica morfológica bico preto com faixa basal azul; pele nua em volta dos olhos azul; íris marrom; lado dorsal, barriga e cauda pretos; peito branco com grande mancha central laranja-avermelhada; supra e infracaudais vermelhas. Mede 50cm de comp. e seu peso varia entre 340 a 390g. Habita florestas no N do Brasil, nas margens L do Rio Negro e no N do Rio Amazonas.

Ramphastos vitellinus ariel Ocorre do Pará ao S do Amazonas até a foz do Rio Madeira (Amazonas) e Maranhão; também no NE (Localmente em Pernambuco e Alagoas) até o Brasil oriento-meridional (Santa Catarina). Na ilha de Santa Catarina às vezes é encontrado ao lado de R. dicolorus (Sick). Também está presente em regiões montanhosas do Espírito Santo, na encosta meridional da Serra da Mantiqueira (Itatiaia 600m; Rio de Janeiro) e no litoral de São Paulo e Paraná. Mede cerca de 46cm de comprimento. Coloração geral da plumagem preta, com garganta amarelo alaranjado, cor vermelha vibrante nas coberteiras superiores e inferiores da cauda e, também, no peito. Seu bico é preto com uma faixa amarela desenhada (transversalmente) na sua base e, também, na parte proximal do cúlmem - o qual apresenta cor azulada. A área ao redor dos olhos (perioftálmica) apresenta cor vermelha.

Ramphastos vitellinus citreolemus Ocorre no vale do Rio Magdalena, na Colômbia e também contornando a Cordilheira dos Andes em área restrita da Venezuela. Apresenta a plumagem muito parecida com a de R. culminatus, porém distingui-se dela pela presença de azul e amarelo na base do bico, formando um desenho característico.

Ramphastos vitellinus culminatus Ocorre ao NO e SO da Venezuela e Colômbia, L dos Andes. Bolívia nas regiões S e Central. Região perioftalmica azul, bico negro com a base da maxila e o cúlmen amarelo esverdeados e a base da mandíbula azulada. Coberteiras superiores da cauda amarelas. De papo branco às vezes banhado de citrino (imaturo).

Características

Mede cerca de 46 cm de comprimento.

 

tucano-de-bico-preto

 clique

tucano-de-bico-preto

Ramphastos vitellinus vitellinus. Esta subespécie tem como característica morfológica bico preto com faixa basal azul; pele nua em volta dos olhos azul; íris marrom; lado dorsal, barriga e cauda pretos; peito branco com grande mancha central laranja-avermelhada; supra e infracaudais vermelhas. Mede 50cm de comp. e seu peso varia entre 340 a 390g. Habita florestas no N do Brasil, nas margens L do Rio Negro e no N do Rio Amazonas. Também está presente no L da Venezuela e nas Guianas.

tucano de bico preto

 

 

Publicado em Espécies
Sexta, 21 Janeiro 2011 11:29

Tangará - Chiroxiphia caudata

tangaraO Tangará (Chiroxiphia caudata) é uma ave Passeriformes da família  Pipridae

Também conhecido como tangará-dançarino. O nome tangará supostamente deriva do tupi ata, andar; e carã, em volta; sendo correspondente ao vocábulo castelhano saltarin.

Características

Possui cerca de 13cm e apresenta forte dimorfismo sexual. Os machos têm plumagem azul-celeste, cauda preta com duas penas centrais mais longas que as outras e, no alto da cabeça, uma brilhante coroa vermelha. Os mais jovens são verde-oliva, diferindo das fêmeas pela coroa vermelha que nasce antes da mudança das plumas no restante do corpo, só atingem a plumagem adulta com dois anos de idade. As fêmeas são verde-escuras, cauda mais longa que a dos machos, o que as torna ligeiramente maiores que estes. São, também, mais silenciosas.

Registro feito em Quatro Barras - Estrada do Corvo, na companhia dos amigos do Wikiaves. Registro para Curitiba no Parque Iguaçu 26/02/2012

 tangara-femea

clique 

tangara

 

tangara

tangara

Publicado em Espécies
Página 3 de 5

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Temos 26 visitantes e Nenhum membro online

Curitiba possui 30 Parques e cerca de 81 milhões m² de área verde preservada. São 55m² de área verde por habitante, três vezes superior ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde, de 16m². No Brasil, é a cidade onde a Mata Atlântica é melhor preservada. 

Com aproximadamente 400 espécies identificadas na cidade, entre nativas, migratórias e exóticas, segundo livro publicado pela Prefeitura Municipal de Curitiba, iniciamos nossas passarinhadas nestes Parques, queremos lembrar que não se trata de um trabalho científico e sim o registro da nossa paixão pelas aves.


Hierarquia dos taxons pertencentes à classe Aves de todas as aves do Brasil baseada na lista de aves do Brasil de janeiro de 2014 do CBRO (Comitê Brasileiro de Registro Ornitológico).

Os Textos são de consulta do site: http://www.wikiaves.com.br/.