|BUSCA NOMES COMUNS|abcefgijlmopqrstuv
Portuguese English French German Italian Spanish
Segunda, 02 Maio 2016 17:29

Maçarico-rasteirinho - Calidris pusilla

O Maçarico-rasteirinho (Calidris pusilla) é uma ave Charadriiformes da família Scolopacidae.

Seu nome científico significa: do (grego) kalidris, skalidris = pássaro da orla, cor de cinzas mencionado por Aristóteles; e do (latim) pusillus = minúsculo, muito pequeno. - Pássaro minúsculo, cinza da orla.

Características

Tem pés pretos e o corpo é cinza-amarronzado escuro em cima e branco embaixo. A cabeça e o pescoço são tingidos de cinza claro. Tamanho: 13-15 cm; 20-41 g; 34-37 cm de envergadura.

Migrante de longas distâncias (sul do Canadá e do Alaska), destinando-se às zonas costeiras da América do Sul.

Forte dos Reis Magos - Natal-RN.

Publicado em Espécies

O Batuiruçu-de-axila-preta (Pluvialis squatarola) é um Charadriiformes da família Charadriidae.

Também conhecido como batuíra, maçarico e tarambola-cinzenta.

Seu nome científico significa: do (latim) pluvialis = relativo a chuva. pluvial; e desgatarola = nome veneziano para uma espécie de tarambola. - Tarambola da chuva.

Características

Mede 30 cm de comprimento. Muito semelhante com o batuiruçu, difere na plumagem de descanso pela faixa ou linha superciliar branca menos evidente e de tons mais apagados. Em voo, destaca-se uma grande mancha negra sob as asas, nas axilares. Em plumagem pós e pré-nupcial, os machos exibem as partes inferiores anegradas, como seu congênere, mas o dorso é maculado em tons alvinegros sem amarelo algum, e o ventre é branco.

Forte dos Reis Magos - Natal-RN.

Publicado em Espécies
Domingo, 13 Março 2016 17:10

Vira-pedras - Arenaria interpres

O Vira-pedras (Arenaria interpres) é uma ave Charadriiformes da família Scolopacidae. Também conhecido como maçarico-turco.

Seu nome científico significa: do (latim) harena, arenarius, arenaria = relativo a areia, aquele que habita a areia; e interpres = mensageiro. ⇒ Mensageiro da areia.

Características

Mede de 21 a 26 cm. e pesa de 84 a 190 g. Cabeça, pescoço, garganta, e peito pretos e branco, com partes inferiores brancas nos adultos, e marrom no imaturo. Apresenta uma faixa branca na asa que lhe confere uma característica marcante e diagnóstica quando em voo. Duas subespécies reconhecidas, sendo que a brasileira é Arenaria interpres morinella. Não apresenta dimorfismo sexual.

Tão importante quanto o registro é a companhia dos amigos Lenice Amaral e Osmar Zarpelão! Na segunda expedição ao Parque Nacional da Lagoa do Peixe - Tavares-RS.

Publicado em Espécies

A Batuíra-de-coleira-dupla (Charadrius falklandicus) é uma ave Charadriiformes da família Charadriidae.

Seu nome científico significa: do (latim) charadrius = pássaro amarelado mencionado na Bíblia Vulgata (final do século 4); e de falklandicus = referente ou originário das ilhas Falkland ou Malvinas no Oceano Atlântico Sul. Pássaro amarelado das Falklands.

Características

Mede 19 cm de comprimento. Pode ser facilmente reconhecida pelo duplo colar peitoral, que dá origem ao seu nome. Visitante meridional incomum encontrado no Rio Grande do Sul. Durante o inverno, alcança o litoral sul de São Paulo.

Tão importante quanto o registro é a companhia dos amigos Lenice Amaral e Osmar Zarpelão! Na segunda expedição ao Parque Nacional da Lagoa do Peixe - Tavares-RS.

Publicado em Espécies
Quarta, 16 Dezembro 2015 17:04

Trinta-réis-miúdo - Sternula antillarum

O Trinta-réis-miúdo (Sternula antillarum) é uma ave Charadriiformes da família Sternidae.

Seu nome significa: de sternula = diminutivo de Sterna (Linaeus-1758); e de antillarum = referente ao arquipélago das Antilhas no Caribe. ⇒ Pequena Sterna das Antilhas.

Características

É uma pequena ave, de 22-24 cm de comprimento, com uma envergadura de 50 centímetros e pesando de 39-52 g. As partes superiores são bastante uniformes em cinza pálido, e as partes inferiores brancas. A cabeça é branca, com uma capa preta e linha através do olho até a base do bico, e uma testa pequena com mancha branca, no inverno, a testa branca é mais extensa. As pernas são amareladas. As asas são geralmente cinza pálido, mas com visíveis marcas pretas em suas coberteiras primárias.

Tão importante quanto o registro é a companhia dos amigos! No projeto Cidadão Cintista - Guaraqueçaba-PR.

Publicado em Espécies
Domingo, 27 Setembro 2015 21:05

Mandrião-chileno - Stercorarius chilensis

Mandrião-chileno - Stercorarius chilensisO Mandrião-chileno (Stercorarius chilensis) é uma espécie marinha e também conhecido também como Skua, Págalo chileno, Escúa común ou Escúa chileno, Salteador chileno, Chilenkihu (Finlândia), Chilean Skua (Inglês), Catharacta chilensis (Sinônimo). É uma ave Charadriiformes da família Stercorariidae.

Seu nome significa: do (latim) stercorarius = de esterco (Stercus, stercoris esterco), uma referência à forma como a ave busca o seu alimento, atacando outra aves até elas regurgitarem; e de antarcticus = referência ao Chile, país da América do Sul. ⇒(Comedor) de esterco do Chile.

A população esta estimada em 6.000 indivíduos adultos.

É uma espécie migratória de longo curso.

Características

Possui um “capacete” escuro que contrasta com sua garganta canela. Apresenta o dorso castanho escuro e as partes inferiores canela. Quando pousado a cauda não ultrapassa a ponta das asas. Em voo nota-se um faixa branca nas rêmiges primárias em sua parte proximal, contrastando com a parte distal negra. Os pés apresentam membranas interdigitais e alguns indivíduos apresentam uma mancha branca no tarso (essa mancha pode estar relacionada com o dimorfismo sexual no período reprodutivo).Tamanho de 59 cm.

É audaz, territorial e agressivo. Costuma freqüentar colônias de aves marinhas, misturado a outras espécies, Algumas espécies de Stercorarius são aves cleptoparasitas, aves que roubam alimentos de outras aves, como peixes das gaivotas. Quando esta na época de nidificação alimentam-se também dos ovos e juvenis de outras espécies de aves.

Tão importante quanto o registro é a companhia dos amigos! No projeto Cidadão Cintista - Guaraqueçaba-PR.

Mandrião-chileno - Stercorarius chilensis 

 clique

Publicado em Espécies
Domingo, 27 Setembro 2015 19:17

Trinta-réis-anão - Sternula superciliaris

O Trinta-réis-anão (Sternula superciliaris) é um Charadriiformes da família Sternidae. É o menor dos trinta-réis de nosso País. Conhecida com trinta-réis-pequeno.

Seu nome científico significa: de sternula = diminutivo de Sterna (Linaeus-1758); e do (latim) superciliaris = com sombrancelhas. ⇒ Pequena Sterna com sombracelhas.

Características

Tais aves chegam a medir até 25 cm de comprimento e possuem, durante o período reprodutivo, bico amarelado e extremidade das asas anegradas.

Tão importante quanto o registro é a companhia dos amigos! No projeto Cidadão Cintista - Guaraqueçaba-PR.

Publicado em Espécies
Quinta, 09 Abril 2015 18:01

Trinta-réis-real - Thalasseus maximus

trinta-reis-realO Trinta-réis-real (Thalasseus maximus) é um Charadriiformes da família Sternidae.

Seu nome significa:do (grego) thalasseus, thalassa = pescador do mar, mar; e do (latim) maximus = maior. ⇒ Maior pescador marinho ou maior dos pescadores marinhos.

É a maior espécie de trinta-réis em nosso País.

Características

Mede de 48 a 53 cm de comprimento e pesa de 350 a 450 gramas. Possui muitas semelhanças com as gaivotas, tanto na aparência quanto nos hábitos..

Registro feito em Tavares-RS

trinta-reis-real clique
Publicado em Espécies

gaivota-maria-velhaA Gaivota-maria-velha (Chroicocephalus maculipennis) é uma ave Charadriiformes da família Laridae.

Seu nome científico significa: do (grego) khroizö = colorida; e de -kephalos, kephalë = com a cabeça, cabeça; e do (latim) macula = pintado; e -pennis, penna = penas da asa, pena. (Ave) com a cabeça colorida e pintas nas penas da asa.

Características

Mede 53 centímetros. O jovem apresenta plumagem diferente do adulto. O adulto é semelhante à gaivota-de-cabeça-cinza (Chroicocephalus cirrocephalus), sendo diferenciado principalmente pela cabeça escura ao invés de cinza e pela íris escura que no adulto de (Chroicocephalus cirrocephalus) é de coloração amarela. Após o período reprodutivo, apresenta a cara branca maculada de cinza e uma distinta mancha escura nas auriculares. Espécie migratória e localmente abundante. Vive exclusivamente na América do Sul, nos oceanos Pacífico e Atlântico, nas ilhas Falklands, Argentina, Chile, Uruguai e Brasil, do Rio Grande do Sul, onde é muito comum, até Alagoas, onde é raramente avistada.

Registro feito em Tavares-RS

gaivota-maria-velha clique
Publicado em Espécies

macarico-acaneladoO Maçarico-acanelado (Calidris subruficollis) é uma ave Charadriiformes da família Scolopacidae.

Seu nome significa: do (grego) kalidris, skalidris = pássaro da orla, cor de cinzas mencionado por Aristóteles; e do (latim) sub = perto, próximo; e rufa, rufus = castanho, avermelhado; e collis = pescoço, colo, garganta. ⇒ Pássaro da orla com garganta próximo da cor castanha.

Características

Mede 20 cm de comprimento. Bico preto e curto; pernas amarelas. Adulto com coroa e partes superiores escamadas de marrom-escuro e pardo; face e partes inferiores pardas, crisso mais claro; um anel ocular claro destaca o olho escuro na face “lisa”. Jovem com escamado marrom e branco por cima, mais acentuado que no adulto. Em voo, as penas de voo escuras fazem algum contraste com as coberteiras marrons; branco contrastante por baixo da asa. Atraente e muitas vezes manso, é difícil ser confundido. Migrante boreal raro, em áreas de capim baixo; aparece também em areais ao longo de rios, sobretudo durante a migração para o sul. Ocorre longe da água, ocasionalmente em pequenos bandos; caminha em silêncio, movendo a cabeça, com aspecto simpático. Se espantado, dá um longo voo, faz uma volta e retorna à mesma área.

Registro feito em Tavares-RS

macarico-acanelado clique
Publicado em Espécies
Página 1 de 4

Temos 42 visitantes e Nenhum membro online

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Curitiba possui 30 Parques e cerca de 81 milhões m² de área verde preservada. São 55m² de área verde por habitante, três vezes superior ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde, de 16m². No Brasil, é a cidade onde a Mata Atlântica é melhor preservada. 

Com aproximadamente 400 espécies identificadas na cidade, entre nativas, migratórias e exóticas, segundo livro publicado pela Prefeitura Municipal de Curitiba, iniciamos nossas passarinhadas nestes Parques, queremos lembrar que não se trata de um trabalho científico e sim o registro da nossa paixão pelas aves.


Hierarquia dos taxons pertencentes à classe Aves de todas as aves do Brasil baseada na lista de aves do Brasil de janeiro de 2014 do CBRO (Comitê Brasileiro de Registro Ornitológico).

Os Textos são de consulta do site: http://www.wikiaves.com.br/.