|BUSCA NOMES COMUNS|abcdefgijlmopqrstuv
Portuguese English French German Italian Spanish
Quarta, 04 Maio 2016 15:39

Tuim - Forpus xanthopterygius

O Tuim (Forpus xanthopterygius) é uma ave da ordem dos Psittaciformes, família dos Psittacidae. Também chamado popularmente de cuiúba, chuim, periquitinho, pacu ou papacum (Ceará), periquitinho-de-são-josé (norte da Bahia,) papacu, tuí e periquito-da-quaresma, é o menor psitacídeo do Brasil.

Seu nome científico significa: de Forpus = não explicado, mas provavelmente com origem no (grego) phoreö = possuir; e pous = pé; do (grego) xanthos = amarelo; e pterux= asa. ⇒ Ave que possui o pé e asa amarelos.

Características

É a menor ave da família dos papagaios e periquitos no Brasil, com o corpo todo verde, um pouco mais escuro nas costas mede 12 centímetros de comprimento e pesa em media 26 gramas. O bico é pequeno e cinza claro. Possui dimorfismo sexual, uma característica rara nas espécies brasileiras da família. O macho é verde-amarelado, com uma grande área azul na superfície inferior da asa e no baixo dorso; algumas penas na dobra da asa, ombros, parte inferior das costas, e coberteiras caudais são de uma cor azul-violeta. Testa, coroa e lados da cabeça mais esverdeados; parte inferior da cauda verde. A fêmea é totalmente verde, sendo amarelada na cabeça e nos flancos. A cauda curta forma a silhueta característica e diferencia o tuim do periquito.

No 5º Monitoramento de Aves da SAVE Brasil - Guaraqueçaba-PR.

Publicado em Espécies

O Papa-formiga-vermelho (Formicivora rufa) uma ave Passeriformes da família Thamnophilidae.

Seu nome científico significa: do (latim) formica = formiga; e -vorus, vorare = que devora, que come, devorar; e do (latim) rufus = avermelhado, castanho, marrom, vermelho. -  Papa formiga vermelho.

Características

A silhueta longilínea pode ser percebida a qualquer momento, ressaltada pelo comprimento da cauda. A fêmea e as aves juvenis possuem a parte ventral muito riscada de negro, em contraste com o branco acinzentado dessa região. No macho, essa área é toda negra. Sobrancelha larga e branca, estendendo-se pelo lado do pescoço. Dorso marrom avermelhado, mais acinzentado na cabeça. O pintalgado branco das asas e a ponta branca da cauda ajudam na identificação dessa ave.

Tem cerca de 13 centímetros, cauda comprida e plumagem fofa.

Parque Municipal da Cidade de Natal Dom Nivaldo Monte - Natal-RN.

Publicado em Espécies

O Papa-formiga-pardo (Formicivora grisea) é um Passeriformes da família Thamnophilidae. Conhecido também como formigueiro-pardo.

Seu nome científico significa: do (latim) formica = formiga; e -vorus, vorare = que devora, que come, devorar; e do (latim) griseus = cinza, acinzentado. ⇒ Papa formiga cinza ou devorador de formigas acinzentado. “Grisin de Cayenne” de d’Aubenton (1765–1781) (Formicivora).

Características

Mede cerca de 12,5 cm de comprimento. A plumagem dos dois sexos difere quanto à cor da parte inferior: preta no macho e bege-amarronzada na fêmea.

Parque Municipal da Cidade de Natal Dom Nivaldo Monte - Natal-RN.

Publicado em Espécies
Domingo, 13 Março 2016 15:49

Falcão-de-coleira - Falco femoralis

O Falcão-de-coleira (Falco femoralis) é uma ave Falconiformes da família Falconidae.

Também conhecido como cauré, gavião-de-coleira e gavião-pombo (São Paulo).

Seu nome científico significa: do (latim) falco com origem no (grego) phalkön = falcão; e do (latim) femoralis, femoral, femur = cobertura para a coxa, fêmur. Falcão com cobertura na coxa.

Características

 

Ambos os sexos são semelhantes, sendo a fêmea é maior do que o macho. O macho mede entre 35 e 38 centímetros e pesa entre 208 e 305 gramas. A fêmea mede entre 43 e 45 centímetros e pesa entre 271 e 460 gramas. Espécie esbelta, de asas e cauda bastante longas. A cabeça, testa, coroa nuca e manto são cinza ardósia com as bordas das penas brancas. Bochechas e garganta são brancas, separados por uma listra malar escura. Possui largas faixas supra-oculares brancas ligando-se na nuca onde sua coloração torna-se amareladas e abaixo, uma faixa cinza-ardósia terminando nas laterais da cabeça. A cauda é escura, finamente barrada com cinco faixas brancas e faixa terminal branca. Na asa aberta nota-se orla posterior nitidamente esbranquiçada, secundárias com larga ponta branca, o que é bem pronunciado em voo. As penas rêmiges são enegrecidas. Nas partes inferiores apresenta peito branco e o ventre escuro apresenta fino barrado com as penas apresentando as margens ou bordas brancas. O crisso e os calções são castanhos. O bico é cinza escuro com cere amarelo. Os olhos são marrom escuro com anel periocular amarelo. Tarsos e pés também são amarelados.
O imaturo apresenta as partes superiores na cor castanho escuro com o peito manchado e sobrancelha mais clara.

Tão importante quanto o registro é a companhia dos amigos Lenice Amaral e Osmar Zarpelão! Na segunda expedição ao Parque Nacional da Lagoa do Peixe - Tavares-RS.

Publicado em Espécies
Domingo, 13 Março 2016 14:22

Boininha - Spartonoica maluroides

A Boininha (Spartonoica maluroides) é uma ave Passeriformes da família Furnariidae.

Seu nome científico significa:​ do (grego) sparton = arbusto, capim; e oikos, oikeö = habitar, morar; e do (grego) malos = macio; e oura = cauda; ​maluroides​ = parecido com ave do gênero Malurus. ⇒ (Ave) que habita os arbustos e é parecida com as do gênero Malurus.

Características

Mede entre 14 e 14,5 centímetros de comprimento e pesa em média 10,5 gramas. A parte superior é de coloração areia, intensamente manchado de preto na nuca e no manto. A coroa é castanha, com uma linha superciliar esbranquiçada. Asas com coloração canela na base das penas de voo. Cauda longa com penas espetadas e desgastadas nas pontas, a coloração da cauda é principalmente marrom. A parte inferior é esbranquiçada com os flancos esbranquiçados ou bege. A íris é clara esbranquiçada ou azul pálida. A maxila é negra e a mandíbula é rosada com a ponta escura. Tarsos e pés são rosados.

É provável que este especialista em habitats úmidos tenha uma população pequena e severamente fragmentada, e pode estar em declínio devido à drenagem e à degradação das zonas húmidas para a evolução da agricultura. É, portanto, considerado quase ameaçado de extinção.

Tão importante quanto o registro é a companhia dos amigos Lenice Amaral e Osmar Zarpelão! Na segunda expedição ao Parque Nacional da Lagoa do Peixe - Tavares-RS.

boininha2 

 clique

Publicado em Espécies
Quarta, 30 Dezembro 2015 07:21

Falcão-peregrino - Falco peregrinus

O Falcão-peregrino (Falco peregrinus) é uma ave de rapina diurna de médio porte que pode ser encontrada em todos os continentes exceto na Antártida. é uma ave Falconiformes da família Falconidae.

Seu nome científico significa: do (grego) phalkön = falcão; e do (latim) peregrinus = andarilho, peregrino, estranho ao local, que vem do exterior. ⇒ Falcão peregrino.

Características

O falcão-peregrino mede entre 38 e 53 cm de comprimento, com uma envergadura de asas de 89-119 cm e peso de 0,6-1,5 kg, sendo as fêmeas maiores e mais pesadas que os machos e constituindo este o único dimorfismo sexual. A sua plumagem é característica, em tons de cinzento-azulado no dorso e asas; cabeça preta-cinza com “bigode” escuro e queixo branco; bico escuro com base amarela; patas amarelas com garras pretas riscada de negro na zona ventral. Os olhos são negros com anel amarelo e relativamente grandes. As asas são afiladas e longas.

Na América do Sul, ele só surge como espécie migratória, não nidificando aqui.

Publicado em Espécies

lavadeira-de-cara-brancaA Lavadeira-de-cara-branca (Fluvicola albiventer) é uma ave Passeriformes da família Tyrannidae.

Seu nome científico significa: do (latim) fluvius,fluvii = rio; e cola, colere = morador, habitante, que habita; e do (latim) albus = branco, alvo; e venter, ventris = barriga, ventre. ⇒ Pássaro ribeirinho de barriga branca.

Características

Mede 14 centímetros. Apresenta coloração preta nas partes superiores, com a parte posterior da coroa, nuca, manto, asas e cauda pretas. Testa, face, peito, ventre e crisso são brancos. As asas possuem duas barras alares brancas estreitas. Íris, bico e pernas escuras. Esta espécie é encontrada em águas paradas tomadas por tapetes de vegetação flutuante, como aguapés e vitórias régias em tanques e lagos e nas áreas abertas adjacentes. Também, ocorre em banhados, pantanais, brejos, campos e pastos alagados.

Registro feito no Tanquã - Piracicaba-SP

lavadeira-de-cara-branca clique
Publicado em Espécies

carqueja-bico-amareloA Carqueja-de-bico-amarelo (Fulica leucoptera) é uma ave Gruiformes da família Rallidae

Características

Mede 42 cm de comprimento. Apresenta bico e escudo frontal amarelo imaculado ou creme. Espécie sem dimorfismo sexual. 

Regitro feito no Parque Iguaçu

Carqueja-de-bico-amarelo - Fulica leucoptera

clique

Publicado em Espécies

carqueja-bico-manchadoA Carqueja-de-bico-manchado (Fulica armillata) é uma ave Gruiformes da família Rallidae

Características

Mede 50 cm de comprimento. Essa é a maior espécie da família, podendo alcançar o peso de até 1kg. Distingue-se de seus congêneres pelo bico e escudo frontal amarelados, manchados de vermelho e por ter as pernas com “ligas vermelhas” semelhantes às do frango-d'água-comum (Gallinula chloropus). 

Regitro feito em Joinville-SC

Carqueja-de-bico-manchado - Fulica armillata

clique

Publicado em Espécies
Segunda, 21 Fevereiro 2011 10:15

Quiriquiri - Falco sparverius

quiriquiriO Quiriquiri (Falco sparverius) é uma ave Falconiforme da Família Falconidae. Também conhecido como falcão-americano, falcão-quiriquiri, gavião-mirim (PE), gavião-quiriquiri (PE), gavião-rapina (NE) e gaviãozinho, o quiriquiri é o menor dos falcões e uma das menores aves de rapina do Brasil, ocorre em todo o território, exceto em áreas de floresta. Como a maioria das aves de rapina, presta um grande serviço ao ser humano capturando cobras, lagartos, roedores, morcegos, pardais e filhotes de pombos, porém eventualmente pode capturar pequenos animais domésticos, mesmo em gaiolas, o que o torna alvo do ser humano, assim como o Gavião-carijó.

Características

Mede de 23 a 27 cm de comprimento e pesa de 85 a 140 gramas. O macho é cinza azulado no alto da cabeça e asa, enquanto as costas e a cauda são marrom avermelhado, finamente estriadas de negro. Uma larga faixa negra sub terminal na cauda e ponta branca. As partes inferiores são brancas, com pontos negros no peito e barrigas, mais densos nos lados do corpo. Possui um desenho de lágrima, negra, abaixo do olho; uma outra linha vertical no lado da cabeça e um ponto negro na nuca.

A fêmea têm as costas e asas marrom avermelhada, com as estrias negras finas, sem o cinza azulado do dorso do macho ou a faixa negra subterminal na cauda. As partes inferiores são de tom marrom alaranjado claro, com riscos finos, verticais e negros, sem o padrão de pontos do macho. O desenho e cores da cabeça são iguais. Os filhotes já saem do ninho com a plumagem do sexo correspondente.

Registro feito em São Luiz do Purunã na cidade de Balsa Nova - PR.

quiriquiri

clique

Publicado em Espécies
Página 1 de 2

Temos 132 visitantes e Nenhum membro online

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Curitiba possui 30 Parques e cerca de 81 milhões m² de área verde preservada. São 55m² de área verde por habitante, três vezes superior ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde, de 16m². No Brasil, é a cidade onde a Mata Atlântica é melhor preservada. 

Com aproximadamente 400 espécies identificadas na cidade, entre nativas, migratórias e exóticas, segundo livro publicado pela Prefeitura Municipal de Curitiba, iniciamos nossas passarinhadas nestes Parques, queremos lembrar que não se trata de um trabalho científico e sim o registro da nossa paixão pelas aves.


Hierarquia dos taxons pertencentes à classe Aves de todas as aves do Brasil baseada na lista de aves do Brasil de janeiro de 2014 do CBRO (Comitê Brasileiro de Registro Ornitológico).

Os Textos são de consulta do site: http://www.wikiaves.com.br/.