|BUSCA NOMES COMUNS|abcefgijlmopqrstuv
Portuguese English French German Italian Spanish

frango-carijoO Frango-d'água-carijó (Gallinula melanops) é uma ave Gruiformes da família Rallidae.

Seu nome significa: do (latim) gallinula = diminutivo de gallina = pequena galinha; e do (grego) melas = preto; e öps = face, cara; melanops = cara preta. ⇒ Pequena galinha com a face preta. 

Características

Mede Mede 26cm de comprimento. Apresenta pés lobulados, bico verde e íris vermelha.

Registro feito no Parque Iguaçu.

frango-carijo2

clique

Publicado em Espécies

carqueja-bico-amareloA Carqueja-de-bico-amarelo (Fulica leucoptera) é uma ave Gruiformes da família Rallidae

Características

Mede 42 cm de comprimento. Apresenta bico e escudo frontal amarelo imaculado ou creme. Espécie sem dimorfismo sexual. 

Regitro feito no Parque Iguaçu

Carqueja-de-bico-amarelo - Fulica leucoptera

clique

Publicado em Espécies

carqueja-bico-manchadoA Carqueja-de-bico-manchado (Fulica armillata) é uma ave Gruiformes da família Rallidae

Características

Mede 50 cm de comprimento. Essa é a maior espécie da família, podendo alcançar o peso de até 1kg. Distingue-se de seus congêneres pelo bico e escudo frontal amarelados, manchados de vermelho e por ter as pernas com “ligas vermelhas” semelhantes às do frango-d'água-comum (Gallinula chloropus). 

Regitro feito em Joinville-SC

Carqueja-de-bico-manchado - Fulica armillata

clique

Publicado em Espécies
Terça, 20 Agosto 2013 22:07

Capororoca - Coscoroba coscoroba

O Capororoca (Coscoroba coscoroba),  Também conhecido como cisne-coscoroba ou coscoroba. É uma ave  Anseriformes da Família Anatidae.

Características

Apresenta dimorfismo sexual quanto ao tamanho, sendo a fêmea menor que o macho. Mede de 90 cm a 115 cm (machos) e de 63 a 68 cm (fêmeas), os machos pesam 4,6 kg e as fêmeas 3,8 kg; a envergadura das asas é de 2 metros. Possui uma plumagem branca com a ponta das asas negras; o bico e os pés são vermelhos. O capororoca é um enigma em termos de evolução. Comparado aos seus parentes mais próximos, não pode ser classificado como ganso, pois é muito grande e de hábitos diferentes. Dessa forma, os biólogos o classificam como cisne. Pode viver até 25 anos. Habita lagos e pântanos e banhados próximos ao mar, com pouca profundidade e sem muita correnteza, com vegetação alta que ofereça segurança. Possui preferência por lagos de água doce, mas também vivem em água salobra. Em território nacional, podem ser vistos nas praias salgadas.

Registro feito no Parque Iguaçu

Capororoca - Coscoroba coscoroba

 clique

Publicado em Espécies
Domingo, 03 Junho 2012 16:48

Iraúna-grande - Molothrus oryzivorus

irauna-grandeA Iraúna-grande (Molothrus oryzivorus) é uma ave Passeriforme da família IcteridaeConhecida também como chico-preto, graúna, iraúna, lau-na-ná (nome indígena - Mato Grosso), melrão (Rio de Janeiro), rexenxão e vira-bosta-grande. 

Características

O macho mede de 35 a 38 cm de comprimento, a fêmea de 30 a 33 cm; pesam de 130 a 176 g. Além de maior, o macho apresenta um prolongamento das penas na região do pescoço, o qual está ausente na fêmea.

Não faz ninho; durante a reprodução ocupa ninhos de outras espécies, como japus e japiins. Tem em média 2 ninhadas por estação com 2 ovos cada uma.

Irauna-grande

clique

Publicado em Espécies
Segunda, 23 Janeiro 2012 11:19

Gavião-do-banhado - Circus buffoni

gaviao-do-banhado

O Gavião-do-banhado (Circus buffoni) é uma ave da ordem Accipitriformes da família Accipitridae. Também conhecida como gaviao-do-alagado.

 
Gavião em estado de extinção no sudeste do país pela perda de habitat.
Gavião em estado de extinção no sudeste do país pela perda de habitat. 

Características

Mede de 46 a 60cm de comprimento. Inconfundível ave paludícola de asas e cauda extremamente compridas.
Colorido muito variável exceto o padrão das asas e cauda; macho de partes superiores ardósias, fronte e so brancelhas brancas, rêmiges, coberteiras e cauda cinza-claras barradas de negro, uropígio e barriga branca, sendo a últimapontilhada de negro. Fêmea e imaturo marrom-escuros estriados nas partes inferiores, calções ferrugíneos. * Há uma mutação negra ou marrom-escura (polimorfismo; em ambos os sexos) sendo que o padrão das asas e caudas permanece inalterado.( Sick, Helmut, 1910-1991).

Registro feito em Curitiba no Parque Iguaçu.

gaviao-do-banhado

clique

Publicado em Espécies

andorinhao-temporalO  Andorinhão-do-temporal (Chaetura meridionalis) é uma ave Apodiformes da família Apodidae.  

Características

Mede 11 centímetros. Apresenta asas longas, cauda relativamente curta e uma distinta área bege clara no uropígio, com supracaudais do mesmo tom. Espécie muito vocal.

Registro feito  no Parque Iguaçu e visto na cidade inteira.

andorinhao-do-temporal

 

andorinhao-do-temporal

 

 

Publicado em Espécies

ferreirinho-relogioO Ferreirinho-relógio (Todirostrum cinereum) é uma ave Passeriformes da família Rhynchocyclidae. recebe este nome vulgar devido ao seu canto que lembra o ato de dar corda em um relógio. É também conhecido como relógio, sebinho-de-dorso-cinza, sebinho-relógio e sibiti.

Características

O vivo contraste entre o cinza azulado escuro da cabeça com a parte ventral amarela chama a atenção quando observado. O restante das partes superiores são lavadas de tom oliváceo, enquanto as penas longas das asas são bordejadas de amarelo. A cauda é escura, mas, vista por baixo, nota-se que as penas laterais possuem uma grande área branca na ponta. Os olhos são amarelo ouro, destacados contra a área mais escura da parte frontal da cabeça, quase uma máscara. Bico longo e chato, escuro e também notável.

Registro feito  no Parque Iguaçu na companhia de Lenice Amaral e Osmar Zarpelão de Marissol-SP

ferreirinho-relogio

ferreirinho-relogio

clique

ferreirinho-relogio

 

Publicado em Espécies
Sábado, 24 Dezembro 2011 14:13

Saci - Tapera naevia

saci

O Saci (Tapera naevia),  é uma ave da ordem Cuculiformes da família Cuculidae. Também conhecido por verão, peitica, buraco-feio, crispim, fem-fem (Amazônia), martimpererê, martinra-pereira, mati-taperê, matintaperera, sem-fim, seco-fico, sêde-sêde, tempo-quente e entre outros mais.

Características

O padrão rajado das costas, cabeça e cauda, misturando linhas negras com faixas marrom escuras dificulta sua localização. Na cabeça, a risca branca do olho até a nuca e sob o olho é característica, mantendo as penas da cabeça eriçadas. Barriga e peito de cor branca ou creme.

 
Rapidamente reconhecido pelo seu canto mais característico, emitido de forma contínua, ao longo do dia, no período reprodutivo e mais espaçadamente no resto do ano. Esse canto é entendido em diferentes partes do Brasil conforme cada um de seus nomes comuns.
O padrão rajado das costas, cabeça e cauda, misturando linhas negras com faixas marrom escuras dificulta sua localização. Na cabeça, a risca branca do olho até a nuca e sob o olho é característica, mantendo as penas da cabeça eriçadas. Barriga e peito de cor branca ou creme.
Rapidamente reconhecido pelo seu canto mais característico, emitido de forma contínua, ao longo do dia, no período reprodutivo e mais espaçadamente no resto do ano. Esse canto é entendido em diferentes partes do Brasil conforme cada um de seus nomes comuns.

Registro feito em Londrina-PR, observado também em Curitiba no Parque Iguaçu

saci

clique 

Publicado em Espécies
Sábado, 24 Dezembro 2011 13:33

Andorinha-do-rio - Tachycineta albiventer

Andorinha-do-rio (Tachycineta albiventer) é uma ave Passeriformes da família Hirundidae. Conhecida também como andorinha-ribeirinha. 

Características

Como enfatiza o nome comum, muito ligada à água. A semelhança com a outra espécie do gênero torna a identificação difícil, em muitos casos. As melhores características para determinação segura são o tom esverdeado dominante na plumagem das costas, mais notável sob luz intensa e a área branca sobre a asa (embora os juvenis da andorinha-de-sobre-branco  (Tachycineta leucorrhoa), também tenham um pouco de branco no mesmo local). Mede cerca de 13,5 cm.

Registro feito em Londrina-PR - Observado em Curitiba no Parque Iguaçu em outubro de 2014.

andorinha-do-rio clique

andorinha-do-rio

andorinha-do-rio

Publicado em Espécies
Página 2 de 17

Temos 21 visitantes e Nenhum membro online

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Curitiba possui 30 Parques e cerca de 81 milhões m² de área verde preservada. São 55m² de área verde por habitante, três vezes superior ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde, de 16m². No Brasil, é a cidade onde a Mata Atlântica é melhor preservada. 

Com aproximadamente 400 espécies identificadas na cidade, entre nativas, migratórias e exóticas, segundo livro publicado pela Prefeitura Municipal de Curitiba, iniciamos nossas passarinhadas nestes Parques, queremos lembrar que não se trata de um trabalho científico e sim o registro da nossa paixão pelas aves.


Hierarquia dos taxons pertencentes à classe Aves de todas as aves do Brasil baseada na lista de aves do Brasil de janeiro de 2014 do CBRO (Comitê Brasileiro de Registro Ornitológico).

Os Textos são de consulta do site: http://www.wikiaves.com.br/.