|BUSCA NOMES COMUNS|abcefgijlmopqrstuv
Portuguese English French German Italian Spanish
Quinta, 22 Janeiro 2015 11:44

Chimango - Milvago chimango

chimangoO Chimango (Milvago chimango) é uma ave Falconiformes da família Falconidae. Também conhecido como caracará, caracaraí, chima-chima, chimango-carrapateiro, chimango-do-campo e gavião-chimango.

Seu nome significa: do (latim) milvus = falcão; e -ago = anterior, semelhante; echimachima = onomatopeia argentina para o som emitido pelo caracará; Chimángo do (Azara (1802-1805)) (Milvago). ⇒ Falcão semelhante ao caracará.

Características

Tem 38 centímetros, é totalmente pardo com a cabeça e partes inferiores providas de desenho claro. As penas superiores da cauda e algumas áreas das asas são brancas.

As fêmeas são ligeiramente maiores que os machos, pesando cerca de 300 gramas. O peso dos machos é ligeiramente abaixo: 290 gramas. Seu tamanho varia de 37 a 43 cm.

Machos adultos possuem tarsos amarelos, enquanto fêmeas e jovens, tarsos azulados. Segundo Sarasola (2011), os tarsos nus de 81 (Milvago chimango) capturados no centro da Argentina entre 2005 e 2008 eram de coloração amarela ou azul-rosada. As diferenças na cor não foram relacionados com os níveis de carotenóides no plasma e não variou sazonalmente. Pelo contrário, a expressão das duas cores foi afetada pelo gênero e idade dos indivíduos. Tarsos de cor amarela foram registrados apenas em adultos do sexo masculino, enquanto as do sexo feminino ou de jovens apresentaram-se na cor azulada.

Têm coloração ocrácea e creme, uma mancha clara em cada asa, e lado ventral bruno-amarelado com estrias longitudinais escuras.

Diferencia-se dos seus “parentes”, o Carrapateiro (Milvago chimachima), pois suas penas são marrons com as franjas mais claras. A parte inferior das asas são de tonalidade castanha, com manchas escuras.

Registro feito na praia do Farol Tavares-RS

chimango clique
Publicado em Espécies
Quinta, 22 Janeiro 2015 10:39

Caturrita - Myiopsitta monachus

caturritaA Caturrita (Myiopsitta monachus), também conhecida como catorra ou cocota, é uma ave Psittaciformes da família Psittacidae. A caturrita é nativa das regiões subtropical e temperada da América do Sul. São encontradas no pantanal(população bastante numerosa) nos pampas à leste dos Andes na Bolívia, Paraguai, Uruguai e sul do Brasil até a região da Patagônia na Argentina. A caturrita também é conhecida no Brasil por catorra, cocota, periquito barroso, papo branco e outros nomes, dependendo da região.

Seu nome significa: do (grego) mus, muos = camundongo, ratinho; e do (latim) psitta = periquito, papagaio; e do (latim) monakhos = monge; monos = solitário. ⇒ periquito monge com a cor de camundongo. Periquito do peito cinzento de Latham (1783) (Myiopsitta).

Não considerada como sendo ameaçada, embora o comércio local e internacional afete suas populações naturais.

Características

As caturritas têm penas verdes no dorso, que contrastam com a barriga, peito, garganta e testa acinzentados. O bico é pequeno e alaranjado. No peito, a plumagem é escamada e nas asas e cauda possuem penas longas azuladas. As caturritas adultas têm 28 a 33 cm de comprimento total.

No sul do Brasil, na Argentina e no Uruguai, a caturrita é considerada praga em zonas de cultivo de milho e sorgo e em pomares. Com o desaparecimento das matas onde viviam, as caturritas começaram a procurar alimento nas culturas que hoje ocupam seu habitat natural. Com alimento fácil e a extinção progressiva de seus predadores, como o gavião, a população da espécie aumentou facilmente.

Registro feito em Mostardas-RS

caturrita clique
Publicado em Espécies
Sexta, 26 Dezembro 2014 13:31

Cuiú-cuiú - Pionopsitta pileata

cuiu-cuiuO Cuiú-cuiú (Pionopsitta pileata) é uma ave da ordem Psittaciformes da família Psittacidae.

Características

Emite um som barulhento e semelhante ao da Maitaca-verde. Há dimorfismo sexual. Ambos sexos apresentam plumagem verde uniforme, mas somente os machos tem a testa, o loro e a corôa vermelha. A fêmea apresenta a fronte com faixa levemente azulada. Ambos possuem a borda superior das asas, em azul escuro. Tamanho : 22cm

São naturalmente pouco ariscos em relação à presença humana. 

cuiu-cuiuclique

 

Publicado em Espécies
Sexta, 01 Agosto 2014 17:41

Coruja-da-igreja - Tyto furcata

suidaraA Coruja-da-igreja (Tyto furcata) é uma Strigiformes da Família Tytonidae. Conhecida também como coruja-das-torres, coruja-da-igreja, rasga-mortalha (Maranhão, Pernambuco) ou suindara, é uma espécie de coruja muito comum no Brasil, bastante conhecida por nidificar em torre de igrejas e locais habitados (razão de um de seus nomes comuns). 

Está entre as aves mais “úteis” do mundo, no que se refere à economia do homem, pois consomem muitos roedores, principalmente nas proximidades de habitações humanas. O nome suindara vem do tupi e significa “o que não come”.

Seu nome significa:Tyto Furcata⇒ Coruja branca [com rabo de] pontiagudo. 

Obs: Modificado recentemente (2014). Antiga Tyto alba ⇒ Coruja branca.

Características

Possui em média 36 cm de comprimento e envergadura de 75 a 110 cm , as fêmeas pesam em média 570 g e os machos 470g. É uma espécie muito especializada, caça suas presas localizando-as principalmente pela audição. Possui dois discos faciais bem destacados, em forma semelhante a um coração, que ajuda a levar o som até a entrada dos ouvidos externos. Essa é uma estruturação única, separando-a das demais corujas em uma família especial, a Tytonidae.

Registro feito em Fernandes Piheiro-PR na Floresta Nacional de Irati.

suidara 

clique

suidara3

Publicado em Espécies
Sexta, 01 Agosto 2014 17:01

Cabecinha-castanha - Pyrrhocoma ruficeps

cabecinha-castanhaO Cabecinha-castanha (Pyrrhocoma ruficeps) é uma ave Passeriformes da família Thraupidae.

Seu nome significa: do (grego) purrhokomës = cabelo avermelhado, cabelo de fogo; e do (latim) rufus = vermelho, castanho; e -ceps = cabeça. ⇒ (Ave com) cabeça castanha e cabelos vermelhos ou cabeça castanha com cabelo de fogo. “Tordo del corona de canela” de Azara (1802-1805).

Características

Mede 14 cm de comprimento. Estrita à região este-meridional. Cabeça e garganta castanhas, fronte e área em torno do olho negros; resto da plumagem cinzento-xistácea. Fêmea verde oliva com píleo canela. Voz: fina e esganiçada “tzip” e estrofe que pode terminar em duas sílabas mais baixas e cheias, p. ex. “sip-sip-sip-ziü-ziüi”. Ave rara, restrita às regiões Sul e Sudeste do Brasil. Vive à pouca altura, em bambuzais nas áreas serranas até 1200m, matas secundárias e bordas de matas primárias em seu estrato baixo, nos emaranhados de vegetação densa.

Registro feito em Fernandes Piheiro-PR na Floresta Nacional de Irati.

cabecinha-castanha 

clique

Publicado em Espécies
Quarta, 23 Julho 2014 14:15

Codorna-amarela - Nothura maculosa

codorna-amarelaCodorna-amarela (Nothura maculosa) é uma ave Tinamiformes da família TinamidaeTambém conhecida como codorna, codorna-comum, codorniz (Euler 1900), inhambuí, perdirzinho, perdiz e perdizinho.

Seu nome significa: do (grego) nothos = falso; e oura = cauda; e do (latim) maculosa, maculosus = manchada, com mácula. ⇒ Pássaro manchado com cauda falsa.

Características

Tem cerca de 23 centímetros e pesa aproximadamente 300 gramas. Suas cores são camufladas, confundindo-a com o ambiente. Todas as suas partes primárias são marrons barradas de amarelo.

Segundo informado na página 154 do livro Ornitologia Brasileira (Sick), o macho possui íris amarela e a fêmea possui íris pardo-laranja.

Vive em campos rupestres de altitude, campos ralos e baixos, pastos, culturas de milho, arroz e soja. Aparece em áreas rurais próximas às residências e, se não é importunada, acostuma-se facilmente ao homem. Não penetra nas matas ciliares e cerradões. Às vezes esconde-se em buracos e quando assusta-se, finge-se de morta.

Registro feito em Sacramento-MG. Esta espécie é muito especial para mim, lembro quando garoto ao correr nos campos sempre levava muitos sustos. Tínhamos muitos indivíduos em Curitiba, hoje elas não existem mais por aqui. 

Obrigado Lenice e Osmar pela ótima viagem ao Parque Nacional da Serra da Canastra.

codorna-amarela

clique
Publicado em Espécies
Terça, 22 Julho 2014 13:14

Canário-do-mato - Myiothlypis flaveola

canario-do-matoO Canário-do-mato (Myiothlypis flaveola) é uma ave da ordem Passeriformes, da família ParulidaeTambém conhecido como pula-pula, pula-pula-amarelo.

Seu nome significa: do (grego) muia = mosca; e thlupis = pequeno pássaro não identificado. Em ornitologia thlipis significa rouxinol ou tentilhao; e do (latim) flaveolus, flavusamarelado, amarelo, da cor do ouro. ⇒ Pequeno pássaro amarelado.

Características

Canta muito alto, lembrando um canário-belga, origem para um dos nomes comuns. O outro refere-se ao fato de quase não ficar parado. Responde a uma boa imitação de seu canto ou à gravação do mesmo. Aproxima-se para procurar a fonte emissora e chega a poucos centímetros, se a pessoa não se movimentar. É característico seu hábito de cantar com a cauda entreaberta e movimentá-la lateralmente para o lado inverso de onde está a cabeça. O amarelo intenso da plumagem (outra razão para o nome canário-do-mato e origem do nome da espécie – flaveolus = amarelado) chama a atenção, ainda mais com o contraste do oliváceo das costas. A listra superciliar amarela também é grande auxiliar na identificação, junto com as longas pernas amareladas ou alaranjadas. Bico negro, continuando-se com uma estreita listra escura que passa pelos olhos. Não há dimorfismo sexual.

Registro feito em Sacramento-MG no Parque Municipal da Gruta dos Palhares

canario-do-mato

clique

canario-do-mato2
Publicado em Espécies
Segunda, 30 Junho 2014 13:36

Cigarra-do-campo - Neothraupis fasciata

cigarra-do-campoA cigarra-do-campo é uma ave Passeriformes da família Thraupidae. Também conhecida como tiê-do-cerrado e sanhaço-do-cerrado.

Seu nome significa: do (grego) neos = novo; e thraupis = pequeno pássaro desconhecido, algum tipo de tentilhão. Em ornitologia Thraupis significa sanhaçu. e do (latim) fasciata, fasciatus, fascia = com faixa, com banda, faixa, banda. ⇒ Novo sanhaçu com faixa.

Características

Mede 16 cm de comprimento. Ao contrário da maioria das espécies da família Thraupidae, esse tiê é característico do Cerrado. Fácil de identificar pela máscara escura ao redor dos olhos e a garganta branca, a coloração é mais viva no macho do que na fêmea, especialmente, a máscara: negra no macho e cinza-escura na fêmea. Espécie endêmica do Bioma Cerrado, vive aos pares ou em grupos de três à sete indivíduos nos cerrados, cerradões e campos limpos. Chega a ocupar áreas ateradas de cerrado próximo à áreas urbanas. Um membro do grupo atua como sentinela, pousado em um galho exposto, enquanto os outros membros se alimentam no solo. Frequentemente estão juntos a outras espécies de aves, que podem se beneficiar de seu comportamento de sentinela.

Registro feito na Serra da Canastra - Sacramento-MG

cigarra-do-campo2

clique 

cigarra-do-campo

Publicado em Espécies

corruira-do-campoA Corruíra-do-campo (Cistothorus platensis) é uma ave da ordem Passeriformes da família Troglodytidae.


Seu nome significa: do (grego) kistos = arbusto, arbustos nas rochas; e thouros, thrösko= pulando, correndo, saltar, correr; (latim) platensis referente a região do rio da Prata na Argentina. ⇒ (Ave) do Prata que pula por pedras e arbustos.

Características

Apresenta coloração marrom-claro nas penas; do seu papo até a barriga é branco. Suas grandes coberteiras e suas rêmiges são listradas. O seu bico é um pouco curvo, muito semelhante ao bico da Corruíra.

Na época de cria, o macho pousa em poleiros expostos e bem visíveis para cantar. Seu canto é complexo e musical, com gorjeios e trinados variados e repetidos.

Escassa, de ocorrência localizada em campos naturais em bom estado de conservação. Em geral é difícil de ver; move-se quase como um camundongo pelo solo ou a baixa altura, entre a vegetação densa.

corruira-do-campo

clique

corruira-do-campo2
Publicado em Espécies
Quinta, 22 Maio 2014 14:03

Cabeçudo - Leptopogon amaurocephalus

cabecudoTambém conhecido como abre-cabeçudo, papa-mosca-de-capuz e úri (Rio de Janeiro), o Cabeçudo (Leptopogon amaurocephalus) é uma ave Passeriformes da família Rhynchocyclidae.

Seu nome significa: do (grego) leptos = delicado, esbelto; e de pögön = barba; e do (grego) amauros = marrom, escuro; e -kephalos = com a cabeça. ⇒ (Ave) esbelta com a cabeça marrom e barba.

Destaca-se das demais aves do interior da mata por possuir uma área negra nos lados da cabeça semelhante a uma orelha. Quando pousa ereto ou levemente inclinado para cima, aumenta a ilusão de que a cabeça é desproporcional ao corpo, razão para o nome comum em outras partes do Brasil..

Características

Pousa ereto ou levemente inclinado para cima, desde abaixo da copa até próximo ao chão. Não é observado em áreas abertas ou fora da vegetação densa. Seu chamado, alto e característico, parece vir de uma ave muito maior. É uma risada forte e relativamente longa, com as notas bem separadas. Vive solitário ou em casais. Ela não é muito tímida, mas a coloração geral verde garrafa, com lavado de amarelo na barriga, torna difícil de distingui-la no meio da folhagem.

cabecudo

clique

 

Publicado em Espécies
Página 3 de 8

Temos 44 visitantes e Nenhum membro online

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Curitiba possui 30 Parques e cerca de 81 milhões m² de área verde preservada. São 55m² de área verde por habitante, três vezes superior ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde, de 16m². No Brasil, é a cidade onde a Mata Atlântica é melhor preservada. 

Com aproximadamente 400 espécies identificadas na cidade, entre nativas, migratórias e exóticas, segundo livro publicado pela Prefeitura Municipal de Curitiba, iniciamos nossas passarinhadas nestes Parques, queremos lembrar que não se trata de um trabalho científico e sim o registro da nossa paixão pelas aves.


Hierarquia dos taxons pertencentes à classe Aves de todas as aves do Brasil baseada na lista de aves do Brasil de janeiro de 2014 do CBRO (Comitê Brasileiro de Registro Ornitológico).

Os Textos são de consulta do site: http://www.wikiaves.com.br/.